Arranjos para Presentear Pessoas Queridas

A maioria das pessoas adoram ganhar flores, não é verdade? Essas plantas são presenteadas como forma de carinho e dificilmente não agradam quem as recebem. Saber escolher a flor certa para a ocasião certa é muito importante, assim como também, montar um arranjo de flores mistas. Ainda existem aqueles casos onde o arranjo pode ser dado de presente e servirem como centro de mesa por um tempo.

São tantos detalhes que muitas vezes deixamos passar, que fazem com que os arranjos que damos de presente não sejam aproveitados de fato como eles devem. Então que tal aprender um pouco mais sobre eles e como escolher as flores certas para as mais variadas ocasiões. Esse será o motivo dessa nossa conversa.

História

Certas coisas são tão comuns em nossas vidas, que muitas vezes esquecemos que fazem parte de uma tradição cheia de histórias para contar. Outras vezes o motivo também se transforma e acabamos usando essas tradições de forma totalmente contraditória aquela que elas foram criadas. Então você saberia dizer como surgiram os arranjos de flores? Vamos aprender então.

A história que envolve os arranjos de flores é muito extensa porque cada época teve um motivo diferente para eles serem utilizados e também, a cultura de cada região implica diretamente na tradição de presentear as pessoas com arranjos florais. A história de usar arranjos para flores começou na verdade lá no Egito, de acordo com registros que datam de 2.800 AC.

No começo esses arranjos eram pintados em quadros, esculpidos em pedras e usados para decorar ambientes. A materialização dos arranjos veio de verdade quando as guirlandas passaram a ser utilizadas. Foi então que os arranjos saíram das telas para os ambientes e passaram a ser usados como enfeites de ambientes, mesmo que a sua duração fosse relativamente menor do que as das telas pintadas.

A flor mais comuns naquela época era o Lótus branco, pois era o símbolo oficial do Alto Egito, assim como acontecia com o Papiro que representava o Baixo Egito. A flor de lótus também foi associada à Deusa Ísis e com isso ganhou mais popularidade ainda. Então era comum ter arranjos dessa flor em todos os ambientes em veneração á Deusa.

Saindo do Egito, vamos também encontrar registros de arranjos de flores sendo utilizados na China e no Japão no período de 202 AC a 220 DC, durante a dinastia Han da China antiga. Como na China, as flores são diretamente associadas à medicina, era comum ter arranjos dos mais variados tipos por ambientes para prevenir de todas as doenças comuns da época.

A tradição de ofertar arranjos de flores veio na verdade do Japão, quando pessoas iam até o templo de Buda e de uma forma simbólica deixavam-lhe esse tipo de presente.  Foi então a partir daí que as pessoas começaram a ofertar arranjos de flores em momentos especiais e para pessoas especiais.

Escolhendo o Tipo de Flor Ideal

Desde o início dos tempos as flores simbolizam algo, como podemos ver mais acima no caso do Egito que tinha o Papiro e a flor de Lótus como símbolos de suas terras. Claro que o simbolismo foi mudando um pouco e cada vez mais, significados foram sendo atribuídos à essas plantas. Então na hora de escolher um arranjo de flor para dar de presente à alguém querido é bom saber exatamente o que tal flor significa. Escolhemos as mais populares.

Açucena – Essa linda flor simboliza a angústia e/ou a tristeza pela perda de alguém que gostamos tanto. Se você obsevar os arranjos florais deixados em cerimônias fúnebres, a maioria deles é composto por açucenas. Ao mesmo tempo, essa flor pode significar significar altivez, elegância, graça, principalmente se for em sua versão branca, que está diretamente ligada à pureza. Um vaso com três açucenas brancas, é a representatividade à Santíssima Trindade, tanto que aqui no Brasil esse tipo de arranjo é muito oferecido no Dia das Mães e também usada nas decorações de Natal. Para a mitologia grega, a açucena está ligada ao Deus Apolo, que é o Deus do orgulho.

Alecrim – A flor do alecrim simboliza a coragem e a fidelidade, assim como o bom ânimo, a confiança e a espiritualidade. Devido o seu aroma, essas flores transmitem uma sensação de bem estar muito grande e por isso estão entre as flores mais populares para arranjos. A crença popular também diz que o alecrim afasta a inveja. Quando ele é colocado debaixo do travesseiro, também afasta os sonhos ruins. A crença mais popular enfim, diz que quando tocamos a pessoa que amamos com uma flor de alecrim, esse amor será eterno. A crença cigana ainda diz que quando Jesus nasceu, seu primeiro banho tinha algumas flores de alecrim na água.

Azaléia – Essa flor significa os amores fortes e eternos devido uma lenda chinesa muito conhecida. De acordo com a história, um imperador muito poderosos não se sentia feliz apesar de todas as suas conquistas porque não tinha o amor de uma mulher. O problema é que ele, apesar de todas as mulheres que o cercava, era apaixonado por uma única que existia em seus sonhos. Em um de seus passeios, ele ganhou uma flor de um vendedor como forma de carinho por seus cuidados com a comunidade que defendia. Admirado com a beleza da flor, passou a cultivá-la nos jardins de seu reino e pouco tempo depois, ele encontrou a mulher que via em seus sonhos. Durante todos os dias, o imperador e sua amada bebiam um chá feito com as flores da azálea para manter o amor cada vez mais forte.

Amor Perfeito – Essa flor simboliza a glorificação do trabalho. De acordo com a mitologia grega, o Amor perfeito é dedicado a Atena ou Minerva que é a deusa da estratégia militar e também da sabedoria e das artes. Ela tornou-se popular para arranjos na França, quando eram ofertadas pelos amantes que precisavam se ausentar por um tempo indeterminado. De acordo com o simbolismo popular, a flor significava que o amor, mesmo que distante nunca iria se acabar. Essas flores também estão associadas à qualquer tipo de pensamento voltado ao amor.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Arranjos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *