Árvores Frutíferas Em Vasos

Já pensou em montar um pomar na varanda de sua casa ou até mesmo no jardim de inverno? Isso é possível! Um pomar pode ser feito num pequeno pátio, na cobertura, no terraço de um apartamento e em outros lugares inusitados.

https://www.youtube.com/watch?v=[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=q58w9AlDtD0[/youtube]

O que vai fazer a diferença nesses casos vai ser a quantidade de sol do lugar, suas dimensões e especialmente o clima predominantes na região. As plantas frutíferas quando colocadas em vasos, sejam de que tipo for, tem seu cultivo permitido em áreas com pisos, sem solo, terraços, sacadas, e varandas.

Através da utilização de mudas de alporque pode-se conseguir ter várias árvores frutíferas, até mesmo aquelas nativas.

Iniciando o Projeto

  • Antes de qualquer coisa é preciso escolher as mudas de frutas certas, o que deve ser feito conforme o clima da região.
  • Nem todas as frutas se desenvolvem bem em todas as áreas do Brasil. Quando a temperatura é mais baixa no inverno, como no Sul e Sudeste do país, as plantas que gostam de um clima mais tropical e temperaturas amenas, costumam apresentar maior sensibilidade.
  • Entretanto, as frutíferas que são nativas da região não têm nenhuma sensibilidade quanto a bruscas mudanças de temperatura e clima.
  • Passando em floriculturas e hortos você poderá ver melhor as mudas que estão disponíveis e, desta forma, determinar o que poderá ou não cultivar.

Preocupe-se com o Vento

O vento poderá ser um problema sério em lugares mais abertos como terraços, sacadas, e ainda nas coberturas que possuam orientação para os mais fortes ventos da região, pois poderá recair sobre os vasos que não terão nenhuma defesa.

O vento forte poderá vir a estragar as folhas e provocar a queda dos botões e das flores.

A utilização de treliças de ferro batido, madeira, ou bambu pode até conseguir diminuir o problema, isso sem mencionar que irá enfeitar e valorizar muito mais o ambiente. Nestas treliças também podem ser cultivadas algumas espécies, como aquelas que se alastram, no estilo trepadeira, como aquelas que produzem alimento ou são apenas ornamentais.

A Importância da Luminosidade

Grande parte das árvores frutíferas são cultivadas em ambientes ensolarados, então isso não é problema em lugares abertos. Mas aqueles que pegam muita sombra, sim.

Sacada ou terraço com orientação voltada para o Sul com partes de sombra da edificação poderão ocasionar certa dificuldade no florescimento, por isso, não é recomendado o cultivo de plantas frutíferas.

Estudar o fato de como a sombra acontece durante o dia, especialmente à tarde e ainda no decorrer das estações do ano irá determinar a probabilidade de sucesso no cultivo das mudas.
Os vasos colocados em cima de rodinhas também ajudarão, podendo ser levados mais lugares mais ensolarados.

O Tamanho Certo dos Vasos

O tamanho correto do vaso é de grande importância para o desenvolvimento saudável da planta frutífera.

O melhor é que o mesmo seja de cimento e que possua um tamanho maior do que o vaso de plástico que vem junto com a muda.

O número de plantas que devem estar dentro do ambiente deverá ser visto de acordo com o peso total delas dividido pelo metro quadrado e ainda levando-se em consideração o total na área da sacada, terraço ou cobertura.

Se preferir, contate a construtora responsável pelo qual ou o engenheiro, para apresentar o fator de segurança, para que ninguém corra risco a atividade.

Proteção da Parte Interna do Vaso

Esta parte é bastante importante para que a planta cresça saudável e ainda para obter um visual externo aceitável para o vaso. O melhor é fazer uso de produto à base de asfalto, dos mesmos utilizados na impermeabilização de concreto. Eles podem ser encontrados em lojas que comercializam material de construção.

Com um pincel sarrafo ou pincel velho envolto num pedaço de estopa ou um retalho de malha de camiseta, pinte toda a parte de dentro do vaso, passando o produto por duas vezes, deixando secar entre uma vez e outra.

Espere até que seque por alguns dias para que se evaporem todos os solventes presentes na mistura.

A Drenagem Adequada

O material que pode ser usado com essa finalidade é bastante diverso, existem as tradicionais pedrinhas, brita e cascalho, mas ainda pode ser usado o isopor ou a argila expandida.

As embalagens convencionais de eletroeletrônicos oferecem uma quantidade considerável de lixo e o reaproveitamento deste material auxilia na diminuição da poluição no meio ambiente.
Basta cortar o papelão em pedaços variados e acomodar direito no fundo do vaso.

Já manta geotêxtil pode ser colocada na parte de cima, evitando assim a incidência de terra por entre o material. Quem não puder comprá-la pode dispor dela, pode utilizar um pedaço médio de TNT, utilizado bastante em artesanato e ainda em aventais que são descartáveis.

Na parte de cima ainda pode usar uma pouco de areia e somente depois o substrato certo, conforme a muda que será cultivada.

A Disposição dos Vasos

O melhor é que seja medido o espaço entre um vaso e outro, para que as plantas não se toquem depois de crescidas. Quando os mesmos são dispostos de maneira harmoniosa, pode-se até colocar bancos debaixo das árvores, para criar um ambiente ainda mais acolhedor e familiar à família e aos convidados.

O tamanho aproximado da copa vai depender exclusivamente da planta, mas uma distância de 2,0 metros entre um vaso e outro e conveniente. Isso irá permitir uma maior circulação de ar e facilitará os trabalhos relacionados à manutenção de adubação e de regas. Sem mencionar que ficará muito mais bonito.

Plantio e Regas

O substrato que será usado deverá estar relacionado à planta que será cultivada, e essa informação poderá obtida através dos fornecedores das mudas ou juntamente com a descrição das plantas. É importante ainda que seja feita a mistura de adubos de aves ou de gado, juntamente composto orgânico, ou húmus de minhoca, e também areia, se for necessário. Colocar um pouco na parte do fundo, com cuidado colocar a muda, e preencher o restante do espaço com a mistura, apertando com  bastante cuidado para que haja a fixação. E, finalmente regar.

As árvores frutíferas podem muito bem ser plantadas em vasos, desde que sejam levadas em conta todas as indicações básicas, que não são difíceis, mas devem ser encaradas a sério. Um produtor teve está iniciativa em Orlândia, interior de São Paulo. Ótima iniciativa par retirar direto do pomar os frutos consumidos diariamente, economizando inclusive o dinheiro com a feira.

Em menos de cinco anos o produtor já conta com uma legítima feira no jardim da própria residência.

Árvores Frutíferas Em Vasos

Árvores Frutíferas Em Vasos

O senhor que plantou percebeu que durante seu desempenho bastava ter apenas o mínimo de cuidado para que os frutos se desenvolvessem de forma rápida e qualitativa. Sem esquecer-se do carinho sempre demandado pela mãe natureza.

O produtor possui vinte e cinco tipos distintos de espécies frutíferas. No vídeo postado no Youtube ele explica inclusive a enorme felicidade quando percebeu que o seu feito estava dando certo. Confira na íntegra: Árvores Frutíferas em Vasos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Vasos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Olá,
    Acho a coisa mais linda e muito prática o cultivo de frutíferas em vaso. Estou tentando há algo tempo, mas como não consigo ajuda de nenhum profissional da área, minhas mudas não vão pra frente. Poderia me ajudar?
    Grata.

    Marilucia Gonçalves 23 de fevereiro de 2013 1:41 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *