Uva-do-Japão

Ao redor do mundo existem diversas frutas e elas são muito importantes não apenas para a culinária, como também para a nossa saúde, pois elas apresentam em sua composição uma serie de vitaminas e nutrientes que são benéficos para o nosso organismo. Muitas vezes temos no jardim das nossas casas, uma planta frutífera que possui tantas funcionalidades e nem sabemos então para evitar isso, vamos apresentar a você a Uva do Japão, uma árvore extremamente frutífera e que é de fácil cultivo.

A Uva do Japão é muito saborosa e pode ser utilizada no preparo de muitos pratos. Para que você saiba mais sobre as principais características dessa planta, para aprender como cultivar da melhor forma e principalmente algumas outras particularidades dessa planta, que fizemos mais abaixo, um detalhamento super simples mas muito completo. Se você tem essa árvore no seu jardim ou se pretende ter, não deixe de conferir todas as informações e comece a cultivar hoje mesmo a uva do Japão no seu jardim.

http://www.youtube.com/watch?v=eKy2H-rVoJE

Ficha Técnica

A Hovenia dulcis é o nome científico que a Uva do Japão recebe. Essa planta está entre as espécies que pertencem a família das Rhamnaceae e está categorizada como uma árvore frutífera. A origem da uva do Japão cabe ao continente asiático, com maior incidência na China, Coréia do Norte, Coréia do Sul e Japão. Além dessas localidades, a uva do Japão pode ser cultivada em diversas partes ao redor do mundo, contanto que estas regiões ofereçam as condições ideais de cultivo para a planta. Com essa variedade de regiões, a planta pode receber outros nomes populares como Banana do Japão, Mata fome, Bananinha do Japão, Uva paraguaia, Caju do Japão, Uva Japonesa, Caju Japonês, Tripa de galinha, cajueiro japonês, Uva da China, Chico Magro, Pé de galinha, Gomari, Pau doce, Macaquinho, Passa Japonesa, Mata fome, passa do Japão, entre outras denominações.

Por ser uma planta tipicamente asiática, os melhores climas então para cultivar a uva do Japão são os climas continentais, mediterrâneos, equatoriais, oceânicos, subtropicais, temperados e tropicais. Com isso e mais alguns poucos cuidados, sua uva do Japão vai crescer bem saudável, podendo atingir até 12 metros de altura em sua fase adulta. Por ser uma planta perene, você terá frutos durante o ano inteiro.

A árvore da uva do Japão tem a forma oval, com um caule de diâmetro mais fino e apresenta-se com uma casca escura, mas a sua textura é bem lisa. As folhas da uva do Japão são bem verdes, brilhantes, em forma oval e a troca é sempre feita no outono e no inverno. AS flores são muito numerosas e diferente das folhas, aparecem no verão. Elas são pequenas, exalam um perfume maravilhoso, sempre na cor branca um pouco esverdeada. As flores atraem muitas abelhas então isso pode tornar-se um perigo caso você venha a cultivar a uva do Japão em ambientes de grande circulação de pessoas. Os frutos são a grande atração dessa árvore. Cápsulas secas, na cor marrom e são bem doces.  Você vai encontrar no fruto, no máximo 4 sementes que também são utilizadas para sua reprodução.

Uma atenção especial que deve ser tomada quanto aos frutos é que esses só devem ser colhidos e consumidos quando estiverem totalmente maduros porque eles ainda verde fermentam e ficam com o gosto bem alcoólico. O consumo pode ser feito tanto natural como em geleias, alias estas são super consumidas e deliciosas.

A uva do Japão é uma árvore muito popular no paisagismo, mas deve ser cuidadosamente plantada porque como ela pode chegar a uma altura bem elevada, locais com fiação podem gerar riscos. O ideal é utilizar essa árvore em áreas degradadas porque ela atrai muitos mamíferos e muitas aves que acabam por reestabelecer a região. Pode ajudar bastante, pois é uma árvore de reprodução fácil, mas ao mesmo tempo você deve atentar-se para que a uva do Japão não se torne invasiva.

Mais abaixo aprenda a cultivar da melhor forma a uva do Japão.

Como Cultivar

A melhor condição de cultivo para a uva do Japão é sob o sol pleno ou a meia sombra, o solo deve estar fertilizado corretamente e ser favorável para drenagem.  As regas devem ser devidamente regulares, principalmente durante os 12 primeiros meses após o plantio da uva do Japão porém, evite encharcar demais a planta para não causar nenhum tipo de fungo devido a umidade e também porque a terra muito inundada pode atrapalhar um pouco o crescimento da sua uva do Japão.

A primeira frutificação da uva do Japão só vai acontecer depois de 4 anos de germinada.

Cura do Alcoolismo e Ressaca

Estudos feitos com a uva do Japão comprovaram que essa planta é excelente para o tratamento de dependência alcoólica mais elevada e até mesmo casos mais leves como alcoolismo ou com alcoólico. Apesar de não existir nenhum documento oficial que ateste essa funcionalidade dessa planta, muitas pessoas que utilizam da medicina natural já tratam esses problemas com a uva do Japão.

O tratamento é eficiente porque anula o efeito do álcool ingerido sobre os neurônios e sobre o cérebro de uma forma geral fazendo com que a vontade de beber mais reduza e em caso de ressaca, de cortar o efeito produzido pela bebida. Os remédios são feitos a partir da semente, da folha e do fruto dessa planta, cada um tendo uma importância determinada no tratamento.

O chá pode ser feito a partir das folhas e tomados três vezes ao dia. Esse medicamento deve ser feito preferencialmente com as folhas bem frescas para que o efeito seja melhor.

Culinária

A uva japonesa, como é chamada a fruta que nasce nessa árvore, é muito popular na culinária, principalmente no preparo de licores, bolos, recheio e saladas ou o que a sua imaginação permitir, já que na culinária vale tudo.

Uma salada com repolho, cenoura ralada e um molho bem leve de iogurte ou maionese. Para acertar definitivamente uma receita com uva do Japão, basta imaginar se a mistura cairia bem com uva passa, já que o gosto é bem semelhante.

A Uva-do-Japão é conhecida por vários outros nomes, entre os quais temos banana-do-japão, gomari, chico-magro, tripa-de-galinha ou pau-doce e são originárias dos países do Japão, China e Coréia. São árvores de porte médio e bastante utilizadas para o cultivo na cidade.

Durante o verão apresentam flores na cor branca, que são perfumadas e atraem muitas abelhas. Além das flores, apresentam frutos que são secos e em formato de cápsulas, que são comestíveis.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Decoração

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Tenho uma arvore de uva japonesa e ela esta com 40 anos e a cerca de uns dois meses ela começou a ficar com aparencia de seca e esta com manchas verdes clara nela toda pedi para prefeitura vim ver se ela esta morta, mais ainda não apareceu queria saber se posso fazer alguma coisa para salvala
    Pois foi minha sogra que plantou quando meu marido nasceu e não queria que ela morrese

    manuela da silva pereira 12 de Abril de 2014 15:00 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *