Como Plantar Alface em Vasos

Com a redução dos ambientes, com os apartamentos e casas cada vez menores, muitas vezes não nos sobra espaço para cultivar plantas e hortaliças, como gostaríamos. Inserido a este cenário, encontra-se a correria do dia a dia e acabamos nos alimentando mal, nos fast foods espalhados por ai e poucas vezes nos alimentamos de forma saudável e natural. As frutas e verduras acabam sendo esquecidas nas refeições, o que nos leva a um aumento de peso e diversas doenças, como elevação da pressão arterial e problemas cardíacos. Mas uma forma simples e que, com certeza, vai lhe garantir hortaliças fresquinhas é o cultivo realizado em vasos. Esse cultivo pode ser de várias espécies, mas falemos agora da alface (Lactuca Sativa) e quais os truques para cultivá-los em vasos, pois mesmo em apartamentos é possível tê-las sempre ao nosso alcance. E o melhor: sempre fresquinhas e livres de agrotóxicos! É fácil, relaxante, custa pouco e ainda vai incrementar a sua saúde com alimentos orgânicos.

Alface em Vasos

Alface em Vasos

A alface é uma planta anual, de ciclo curto, com caule curto, sumarento que atinge até 0,25 m de altura. As folhas são dispostas imbricadas ao redor deste caule, formando uma roseta, são verdes, inteiras, podendo conforme a variedade apresentar-se lisas, crespas, recortadas, inclusive ser coloridas em tons de verde-arroxeadas. Os tipos de existentes são conhecidos pelos nomes de romana, cabeça lisa, cabeça crespa, de folha, americana, francesa e de haste. O modo de cultivo é o mesmo, porém as diferenças de climas produzem tipos comerciais diferentes. As suas flores são pequenas margaridas amarelas, reunidas em inflorescência do tipo panícula e que surgem ao final de um ciclo.

Imagem de Amostra do You Tube

Então, Como Dever ser o Preparo dos Vasos?

Saiba que para cultivar hortaliças em vasos,  como no caso da alface, escolhe-se um vaso que tenha no mínimo um palmo de profundidade e que seja adequado para o plantio da alface. Em seguida, encha um terço do vaso com argila expandida ou pedriscos ou cacos, isso serve para facilitar a drenagem. É imprescindível citar que os vasos precisam ter furos para drenar a água da irrigação, caso contrário, você vai acabar “melando” as hortaliças, ou seja, sem a drenagem, a água se empoça e apodrece as raízes e as folhas da alface. Então, depois da argila ou pedriscos, coloque no vaso duas partes de terra comum, uma parte de composto orgânico e uma parte de húmus e encha até a borda do vaso. Você também pode espalhar um pouco de arreia no fundo do vaso para fazer a filtragem da água que sairá pelos furos do recipiente assim que você fizer a irrigação. A próxima etapa é plantar as mudas da alface nos vasos. Caso as mudinhas estejam revestidas por sacos plásticos, é de fundamental importância que sejam retirados com bastante cuidado para não agredir as raízes da hortaliça e nem desfazer o torrão que as sustenta. Todo cuidado é indispensável nesse momento, pois isso vai garantir uma boa adaptação da muda em seu novo ambiente, garantindo assim folhas vistosas, bonitas e saborosas. Para finalizar a etapa do plantio da alface no vaso, é necessário preencher o vaso com terra até que apenas a parte do caule da planta esteja visível. Depois de preencher, basta apertar levemente a superfície ao redor da muda para que a terra fique bem firme e que a planta pegue bem no local. Tome cuidado para não apertar muito, pois as raízes podem acabar esmagadas.

  • Tipos de Solo Utilizadas Para o Plantio de Alface

O solo deve ser propício para o crescimento das hortaliças, sendo melhor investir-se em solos orgânicos, com baixa acidez para não prejudicar o desenvolvimento da plantação em geral. Evite adubos químicos e terras comuns, adquira terras propícias para o plantio, encontradas em qualquer loja de artigos agrários.

Tipos de Solo Utilizadas Para o Plantio de Alface

Tipos de Solo Utilizadas Para o Plantio de Alface

  • Qual o Local Ideal Para Deixar os Vasos com as Mudas da Alface?

A primeira coisa que você deve fazer para plantar em seu apartamento ou casa é escolher um local adequado. Vale lembra que as hortaliças, assim como qualquer outra planta, carecem de receber a luz solar por pelo menos cinco horas por dia. Assim sendo, escolha lugares onde essas plantas possam pegar sol pela manhã, como varandas, janelas ou outros ambientes em que este aspecto se torne provável e arranjando recipientes espaçosos onde essas plantas poderão ser depositadas com espaço e ventilação necessárias para seu crescimento saudável.

  • Frequência das Regas

Depois de plantar a muda de alface, deve-se regar o vaso e então colocá-lo em um local definitivo. A rega depende sempre da temperatura onde a planta está. O ideal é regar um dia sim e outro não e então ir observando a plantinha, caso ela murche no final do segundo dia, é melhor regar diariamente, dosando a quantidade de água.

  • Quando é a Hora de Colhê-las?

O ciclo da alface, a depender do seu tipo e do clima do ano, pode variar de 60 a 90 dias. É fácil perceber a hora de colhê-las, pois as suas folhas estarão grandes e volumosas, podendo chegar a medir entre 20 e 30 cm. Percebendo estas características, já poderão ser coletadas. Uma das dicas mais importantes é não colher estas plantas quando estiverem molhadas de chuva ou orvalho, já que o excesso de umidade retarda a secagem, favorecendo a decomposição das chamadas substâncias ativas. Em outras palavras, a planta acaba inutilizada para a função original.  A colheita é feita da planta toda, desde a raiz.

Imagem de Amostra do You Tube
  • Outras Observações Importantes:

As hortaliças precisam de solo com matéria orgânica e boa drenagem. É bom enriquecer o solo com um adubo caseiro feito de matéria orgânica para que as plantas nasçam de forma equilibrada e saudáveis. É fácil de fazê-lo: junte 4 kg de esterco de gado curtido, 2 kg de esterco de galinha curtido e 1 kg húmus de minhoca por metro quadrado. Misture os dois adubos, aplique sobre a terra, revolva para misturar e plante logo em seguida. Depois regue generosamente. Com essas dicas é possível cultivar várias hortaliças em vasos, como rúcula, agrião, chicória, almeirão, entre outros. Tudo isso sem perder a qualidade dos produtos e o melhor: feito por você!

Um comentário

  1. parabens suas explicações foram excelentes, me ajudou muito espero que ,continuem assim
    abraços marco antonio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>