Como Regar as Plantas de Forma Sustentável

O gasto exagerado com a água é uma dificuldade que deve e pode ser combatida todos os dias, através de simples ações que são bastante eficientes. Usando essas medidas praticas e comuns é possível fazer uma grande economia de água, sem que isso atrapalhe a execução de determinadas atividades domésticas, como cuidar das plantas deixadas dentro de casa, e do jardim.

Atualmente o planeta está obtendo os frutos da falta de cuidado com o meio ambiente e, para tentar conter o desperdício e os graves problemas trazidos por ele, inúmeras medidas precisam ser executadas. Dentre elas, a tomada de sustentáveis atitudes.

Usando a Água com Sustentabilidade

Muitos exemplos de medidas sustentáveis são simples, como deixar acumular uma maior quantidade de roupas para colocá-las na máquina de lavar, arrumar os vazamentos, procurar tomar banhos mais rápidos, lavar carros e quintais usando baldes e não mangueiras e ainda fazê-los com uma frequência menor, manter a fechada a torneira ao lavar as louças e escovar os dentes e muitas outras.

Cuidando do Jardim Sem Desperdício de Água

Outra forma sustentável que carrega uma enorme diferença compreende a área mais bonita e alegre da residência: o jardim. Por meio de determinadas técnicas, fica fácil de trazer equilíbrio à economia de água e ainda assim manter a qualidade de vida das plantas, deixando-as vistosas e saudáveis.

Confira logo abaixo algumas dicas que ensinam a ser mais sustentável sem deixar de lado um jardim lindo e florido:

Como Regar as Plantas de Forma Sustentável

1 – Procure promover o acumulo da água da chuva: Uma das maneiras mais simples de se conter o desperdício é fazer o aproveitamento da água da chuva. Para isso, as medidas são bastante práticas, é só espalhar vários baldes ou outros recipientes no jardim ou ainda nas demais áreas descobertas e assim conseguir uma especial reserva d’água para as plantas. Outro fator importante é conserva-la em recipientes com tampa, como borrifadores ou galões, evitando desta forma a propagação do mosquito da dengue.

2- Reciclando: A água também pode ser reciclada, ou seja, reaproveitada no decorrer das atividades costumeiras. É possível, por exemplo, armazenar a água utilizada em tarefas como a lavagem de legumes e frutas, da higienização do aquário e ainda das vasilhas de alimentação dos animais. Essa água tende a ser descartada logo depois de sua utilização, porém é perfeitamente útil para regar os jardins e as plantas, ainda que as mesmas produzam frutos e flores.

3 – Manutenção e Cuidados: É necessário que se observe se os itens usados para a rega das plantas se encontram em perfeitas condições de uso, isso se torna fundamental para buscar acabar com o desperdício de água. Não importa se os itens são automáticos ou manuais, é ideal fazer a verificação dos mesmos, buscando possíveis rachaduras ou furos responsáveis diretos pelos vazamentos, além disso, é preciso olhar se eles estão colocados na posição correta no momento da rega.

4 – A Hora Certa de Regar: A melhor hora para se aguar os jardins e as plantas é no começo do dia, logo pela manhã, quando o processo de evaporação da água acontece de maneira mais vagarosa, há que o sol nesse período é bem mais ameno. Entretanto, no horário de sol mais quente, ocorrerá com maior rapidez a evaporação da água e ainda haverá um maior risco de doenças para as plantas. Além disso, procure observar o vento, se ele estiver mais ativo também é momento de regar as plantas, já que assim elas se manterão bem mais úmidas.

5 – Não Exagere na Rega: Não exagere na quantia de água colocada nas plantas durante a rega, isso também ajuda a manter o equilíbrio e evita o desperdício. Esteja ciente de que os cuidados com a área verde do ambiente é uma tarefa que exige atenção, já que os exageros podem causar problemas iguais àqueles ocasionados com a falta d’água. Quando você perceber que o solo já se encontra hidratado o suficiente, deixe de regar. Se quiser é possível utilizar um aparelho que mede a umidade do solo, assim a verificação da quantidade de água ficará mais eficiente.

6 – Faça Uso da Criatividade: Para fazer com que seu jardim e suas plantas se tornem mais bonitos e vistosos de maneira sustentável, pode-se fazer uso de uma criativa solução: um processo de rega através das garrafas pet. Para isso é só fazer furinhos na parte do fundo da garrafa e deixá-la próxima da planta. Quando você enchê-la, aos poucos a água ficará no solo, fazendo com que o mesmo mantenha-se com a umidade adequada.

7 – Elimine Tudo o Que Traz Problemas: elimine e controle de forma contínua os invasores, como as ervas daninhas. Apesar de parecerem inofensivas elas retiram a água utilizada nas regas.

8 – Abuse das Técnicas Usadas na Compostagem: a utilização da compostagem no solo promove a desaceleração da evaporação da água, causando a conservação úmida do solo e ainda impede que surjam as ervas daninhas.

9 – Faça o Reuso da Água: como já dissemos, aquela água que já fora usada para cozinhar alimentos, lavar frutas e legumes, a do chuveiro enquanto aguardamos até que ele esquente. Todas elas podem ser usadas para regar as plantas, assim o jardim será um exemplo de sustentabilidade.

10 – Faça as Melhores Escolhas: dê preferência a plantas que tenham a ver com o clima do local onde mora, sejam elas legumes, frutas ou flores. Caso opte por espécies que não estejam ligadas com as condições de clima em que serão cultivadas, pode não acontecer a floração de seu jardim e todo o gasto com água e adubo foi em vão.

11 – Una as Espécies: juntar aquelas plantas com medidas semelhantes ou iguais na questão de rega ajuda a economizar água.

12 – Quando a Água Começar a Escorrer Pare de Regar: logo que isso acontece, quer dizer que a terra já está bem hidratada e não há necessidade de mais água. Além do mais, saiba que água demais também pode causar a morte das plantas.

13 – Faça Uso de um Medidor: se você observar certa dificuldade na quantidade de regas a serem feitas, use um medidor de umidade da terra ou apenas faça um buraco de mais ou menos 15 cm para conseguir perceber os níveis de água. Desta maneira, regará apenas quando for necessária e isso não deixará que você desperdice água.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *