Flor Gloriosa

  • Nome Científico: Gloriosa rothschildiana
  • Nomes Populares: Gloriosa, Garras de tigre, Lírios trepadeira
  • Família: Colchicaceae
  • Categoria: Bulbosas, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África
  • Altura: vária entre 1,20 metros até 1,80 metros.
  • Luminosidade: Meio Sombra, Sol pleno
  • Ciclo de vida: Perene.

A planta gloriosa, é uma trepadeira muito peculiar, possui textura herbácea, flores muito decorativas e raízes tuberosas. Suas folhas são lanceoladas, alongadas e bem brilhantes e apresenta uma modificação bastante curiosa na extremidade, o que torna a planta uma gavinha, permitindo assim a sua fixação e ascensão sobre os suportes.

Seu desenvolvimento é muito veloz nos meses quentes o que leva a planta a atingir até 2 metros de altura. Suas flores é o que mais chama a atenção, e é alvo de principal encanto desta planta tão diferente. São flores solitárias com longos estames e pétalas recurvadas, como se estivessem invertidas. Com o bordo das pétalas todo ondulado, as pétalas são amarelas na base e vermelhas nas extremidades. Também pode ocorrer a variedade das flores serem amarelas e de porte anão.

É uma trepadeira ótima para um cultivo anual, e serve muito bem parar decorar suportes leves, como treliças, grades e cercas. Seu crescimento é bem vigoroso e permite a obtenção de floração sucessiva na mesma estação. No inverno a planta entra em repouso e perde toda a folhagem. Neste período as raízes tuberosas podem ser removidas e separadas para o replantio na primavera. Sendo muito caprichosa, essa trepadeira gosta de ser replantada em locais diferentes, brotando com mais vigor. Adapta-se ao plantio em vasos e floreiras. É bastante procurada para ser usada como flor de corte também.

Deve ser plantada, ou cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo bem drenável, leve e enriquecido com matéria orgânica, e deve-se regar regularmente. A planta gosta de clima ameno, mas vegeta em uma ampla faixa climática, desde países de clima temperado até tropical.

Em alguns lugares onde o inverno é mais rigoroso, como em países temperados, devem-se remover as raízes do solo, e deixá-las armazenadas, protegendo-as das baixas temperaturas do solo. É uma planta delicada, que não agüenta estiagem, mas também não necessita de podas. Ela se reproduz por sementes e por separação de raízes tuberosas.

Cuidados

Têm esse nome devido ao seu formato exótico e as cores vibrantes que essa flor possui. Pertencente à Família das Liliáceas (a mesma dos lírios), a gloriosa é uma trepadeira que tem origem da África, é muito resistente a condições de clima diversas e têm seu desenvolvimento muito rápido, podendo atingir até o máximo de 2 metros de altura em pouquíssimo tempo.

A planta produz uma abundando quantidade de folhas verdes e lanceoladas (em formato de lança), com sua extremidade bastante curvada e formando uma pequena gavinha. As flores surgem no final de primavera e durante todo o verão, com características bem peculiares: As sépalas, em tons alaranjados e vermelhos, que vira para trás, expondo os ovário e estames, como se as flores estivessem viradas pelo avesso.

É uma planta muito fácil de ser cultivada, a gloriosa se propaga por meio da divisão dos rizomas e dá um ótimo resultado quando cresce com apoio, “escalando” uma treliça, por exemplo. A planta produz floradas sucessivas durante o verão (suas flores podem durar até cerca de uma semana), e com a chegada da estação fria, o florescimento cessa, levando a planta a perder suas folhas durante todo o inverno, recuperando suas energias para que no período em que ela se concentra para voltar a brotar na primavera.

Suas flores se originam de um grande pedúnculo e são extremamente bonitas, possuem pétalas onduladas e voltadas para trás, como se fosse um lírio invertido. Podem ser cortadas e montadas para decoração de vasos e arranjos de mesa em diversos tipos de festa, e também como decoração, pois permanecem floridas por um longo período.

Solo Ideal

O solo ideal para o cultivo da gloriosa deve ser o arenoso. Em vasos, recomenda-se fazer a seguinte mistura: 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de areia. Esse tipo de solo deixa mais espaço para as raízes se expandirem e se desenvolverem mais livremente, como a gloriosa é uma planta perene e precisa de muito espaço para que suas raízes sejam confortavelmente acomodadas.

Luminosidade

A planta necessita de bastante incidência de luminosidade. Podendo se desenvolver também à meia-sombra, desde que seja colocada ou plantada em local onde receba luz solar por no mínimo 4 horas diárias diretamente.

Clima Ideal

Deve ser colocado em local de clima ameno, pois a planta tem necessidade de clima quente e úmido.

Usos

É bastante procurada para ser usada para revestir muretas, cercas e grades. Como flor de corte e também muito utilizada na criação e composição de arranjos florais.

O plantio da gloriosa pode ser feito durante o ano todo, tanto em solo quanto em vaso. Normalmente ela floresce de julho a novembro, suas sementes permanecem em dormência no solo ou fora dele durante o restante do ano. Os tubérculos de gloriosa têm a aparência de um dedo indicador mais ou menos. E devem ser plantados levemente inclinados próximo da horizontal, em terra fofa. Não danifique a ponta rósea do tubérculo, pois se for quebrado, e não germina.

As plantas lianas ou trepadeiras (trepadeiras) e as epífitas são consideradas por alguns estudiosos, exemplos menos prejudiciais de parasitismo. As lianas, assim como o feijão e a glicínia, ascende sobre outras plantas enrodilhando o caule em torno de qualquer suporte adequado, subindo mais e mais a cada volta executada. Já o pepino, a ervilha e o maracujá, diferentemente das anteriores, utilizam-se de gavinhas (caules modificados ou hastes de folhas), enrolando-se em torno de qualquer apoio.

Ela enrosca-se sobre si mesma, a gavinha vai subindo, e soltando novas gavinhas, e continua subindo sem parar. Na malásia as plantas gloriosas crescem como a palmeira cipó, um tipo de palmeira trepadeira que, com seus caules flexíveis e espinhos na extensão de suas folhas, pode até causar ferimentos nas pessoas. Mas ainda em termos de trepadeira, as gloriosas são as flores mais bonitas que existem.

http://www.youtube.com/watch?v=A7Vqbb7uJ_o

A flor Gloriosa possui um formato diferente, conferindo grande beleza a essa flor. Ela é da família dos lírios e é originária da África. São flores resistentes e podem chegar a medir até 2 metros de altura.

Elas começam a florescem no início da primavera e permanecem até o final do verão. Gostam de solo arenoso e clima quente e úmido. Confira algumas imagens.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Flores

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Olá, Bom Dia. Procurando por desenvolvimento das sementes da gloriosa cheguei neste site. Tenho a gloriosa há algum tempo e este ano elas ficaram maravilhosas. Bem desenvolvidas e muitas flores.
    Acontece que elas deram semente também. São sementes bem grandes e demoram muito para amadurecerem. Estou preocupada porque que algumas plantas já estão amarelando para secar e poderão secar também antes de amadurecerem por completo. Gostaria de saber se vocês podem me orientar a respeito.
    Muito obrigada,
    Abraço, Adenir

    Adenir 4 de Fevereiro de 2015 12:42 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *