Moréia – Dietes Iridioides: Características e Cultivo

A Moréia é o nome popular de uma espécie vegetal que possui a denominação cientifica de Dietes Iridioides. A planta também é popularmente chamada de Moréia Branca. A Dietes Iridioides é uma espécie vegetal que faz parte da família botânica Iridaceae. A Dietes Iridioides possui como sinonímia no reino vegetal as seguintes nomenclaturas: Dietes Catenulata, Dietes Compressa, Dietes Prolongata, Iris Catenulata, Iris Compressa, Moraea Catenulata, Moraea Irioides, Naron Iridioides. A Moreia é uma espécie vegetal nativa do continente Africano, sendo uma planta endêmica da África do Sul. A Moreia é uma planta rústica e ornamental (apresenta florescimento decorativo), que está ficando cada vez mais popular o seu cultivo devido a baixa manutenção que ela necessita, e apresentar uma grande beleza para decorar o seu jardim.

Imagem de Amostra do You Tube

A Família Botânica Iridaceae

É uma família de plantas angiospérmicas e monocotiledôneas, que incluem 80 gêneros e 1800 espécies diferentes. A família Iridaceae recebe esse nome como forma de homenagear a deusa grega Iris, que levava as mensagens do Olimpo para terra pisando sob um arco Iris. As flores das espécies dessa família apresentam as cores constantes no arco Iris. As plantas Iridáceas passam as 04 (quatro) estações mantendo as suas folhas com a cor verde. Elas podem se apresentar como arbustos ou ervas. São facilmente encontradas nas regiões áridas e montanhosas, principalmente na África e na América do Sul e América Central. As espécies Iridáceas possuem grande importância econômica sendo usada no paisagismo (devido ao seu grande potencial ornamental), na horticultura e são aproveitadas pelas suas características aromáticas e terapêuticas. Entre as espécies desta família encontramos: o açafrão, a flor leopardo, a Iris, entre outras espécies.

As Características da Moréia – Dietes Iridioides

A Moréia é uma espécie vegetal herbácea (planta que possuem porte pequeno e caule maleável e flexível, pois não contem lignina, que é a substancia que transforma o caule em lenho). A Moreia é uma planta rizomatosa (plantas que emitem raízes com a presença de gemas de onde é possível acontecerem novas brotações que irão originar novas plantas) e entouceirada (as touceiras irão facilitar o processo reprodutivo da Moreia). A Moréia é uma planta muito similar a Íris (tipo de planta que possui flores, que é bastante apreciado devido as suas espécies apresentarem flores com cores bem vivas), no entanto a Moréia é muito mais rústica (planta que consegue crescer sem maiores cuidados de cultivo da parte do criador) que a Íris. A Moreia se caracteriza por ser uma espécie vegetal que apresenta ciclo de vida perene, isto é, uma planta que apresenta ciclo de vida longo, maior que 02 (dois) anos. A Moréia é uma planta de pequeno porte que atinge uma altura média de 60 (sessenta) centímetros e um diâmetro de 45 (quarenta e cinco) centímetros. A folhagem da Moréia atinge uma altura de 40 (quarenta) centímetros, e as suas folhas se apresentam dispostas em forma de leque, são coriáceas (textura semelhante ao couro), possuem formato linear e são lanceoladas (formato de lança) e possuem a coloração verde escura. As folhas da Moreia se caracterizam por possuírem natureza permanente e serem longas. As inflorescências da Moreia são eretas e ramificadas, possuem flores dispostas numa quantidade que varia de 01 (uma) a 03 (três), possuindo a coloração branca, com uma mancha amarela que fica localizada próxima a base existente nas sépalas. A floração da Moreia acontece normalmente na primavera e no verão, chegando a perdurar até parte do outono. A Moreia é uma planta que exige baixa manutenção, devido a sua rusticidade.

As Características da Moréia – Dietes Iridioides

As Características da Moréia – Dietes Iridioides

O Cultivo da Moreia – Dietes Iridioides

A Moreia é uma espécie vegetal que se desenvolve melhor e floresce com maior beleza quando é cultivada em locais que possuem clima ameno e frio, que é a situação climática apreciada pela planta. No entanto, essa espécie vegetal (A Moreia), consegue se adaptar a diferentes condições climáticas, como: clima tropical, subtropical e temperado. Devido ao fato da Moreia apreciar climas amenos e mais frios (clima temperado principalmente), ela deve ser cultivada exposta ao sol, para que assim tenha boas condições de luminosidade. O solo ideal para cultivo da Moreia é aquele substrato, que mistura terra de jardim com terra vegetal, podendo ser feitas aplicações de material orgânico, para que a espécie vegetal consiga se desenvolver com plenitude. O solo para o bom cultivo da Moreia deve ser rico em material orgânico. A irrigação deve ser feita de maneira regular, contudo sem a necessidade de deixar o solo encharcado, pois essa situação pode levar a Moreia a morte, pois suas raízes podem ser sufocadas. As regas podem ser feitas em uma média de 02 (duas) a 03 (três) vezes por semana, irrigando uma vez a cada 02 (dois) dias. O controle da irrigação pode ser feito de acordo com a condição do solo, quando esse estiver seco, pode ser feita a irrigação. Para manter a Moreia bonita, basta retirar as flores e folhas secas. Pelo fato de exigir baixa manutenção para as pessoas que a cultivam, a Moreia é uma espécie que pode ser cultivada em vários tipos de jardins. A Moreia pode ser cultivada de maneira isolada ou em grupos, que irão causar um belíssimo efeito em seu jardim. Quando cultivadas em grupo, a Moreia pode ser plantada visando a formação de um maciço de plantas (varias Moreias sendo cultivadas no mesmo jardim) ou em forma de bordadura (a Moreia sendo cultivada de forma que delimite os canteiros do jardim).

A Propagação da Moreia – Dietes Iridioides

A Moreia é uma planta que pode se multiplicar ou propagar em qualquer época do ano, isto é, o inicio de sua reprodução pode ser realizada em qualquer estação do ano: primavera, verão, outono e inverno. A Moreia é uma espécie vegetal que se propaga de 02 (duas) formas: pela dispersão de suas sementes e pela divisão de suas touceiras. A multiplicação por dispersão das sementes é o processo reprodutivo de plantas mais conhecido que existe, pois consiste em pegar as sementes que foram geradas pela Moreia e espalha-las em locais apropriados para cultivo (condições de solo, temperatura, irrigação e outras condições) para que as sementes germinem e gerem uma nova planta. A multiplicação por divisão da touceira consiste em realizar cortes nos rizomas da Moreia para criar mudas que irão gerar novas plantas. Na realização dos cortes nos rizomas da Moreia tem a necessidade de ser feita com cuidados, pois é necessário manter partes do rizoma, das raízes e das folhas para que as mudas tenham condições de germinarem e se desenvolverem uma nova planta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>