Brinco-de-Princesa

Com a curiosa característica de poder apresentar pétalas e sépalas com cores e formas diferentes, a flor Brinco-de-Princesa, é considerada o símbolo do estado do Rio Grande do Sul. O seu nome científico, Fuchsia hybrida, faz referência a outras duas características da planta que é em alguns casos ter uma coloração fúcsia intensa bem como ser híbrida de espécies de plantas sul-americanas.

De maneira geral a planta apresenta ramagem pendente, contudo, podem ter variações, casos em que a planta tem ramagem ereta ou combinação de ramos caídos e retos. Pode ser conhecida ainda com outros nomes populares como lágrima, fúcsia e agrado. Trata-se de uma planta bastante querida dos amantes de jardinagem por atrair beija-flores para o jardim.

Conhecendo as Características da Brinco-de-Princesa

Uma planta do tipo perene que pode atingir entre 1 e 2 metros de altura, algumas variações apresentam folhas caducas enquanto outras folhas perenes. O tamanho das folhas também é bastante variado podendo ser grandes ou pequenas. As flores se apresentam pendentes em pedúnculos compridos que fazem com que as mesmas fiquem viradas para baixo.

Podem ser encontradas em cores como salmão, violeta, laranja, lavanda, azul, vermelho e escarlate. As flores se apresentam durante as estações de primavera e verão ou então o ano todo – dependendo do local e da variedade de Brinco-de-Princesa. Tem sementes em grande quantidade e pequeninas. Acredita-se que atualmente existam mais de 12 mil variedades de plantas Brinco-de-Princesa sendo que em geral são resultantes do cruzamento de diferentes espécies.

Brinco-de-Princesa – Usos

Por ser uma planta bonita pode ser usada em paisagismo apoiada em grades ou envolvendo caramanchões. Trata-se de uma planta que depende de ambientes bem iluminados para que possa se desenvolver mantendo a sua aparência.

Cuidados no Cultivo da Brinco-de-Princesa

Embora necessite de bastante luz é melhor cultivar a Brinco-de-Princesa sob a copa de árvores para evitar a incidência direta que pode ser prejudicial. Nas regiões em que o clima é ameno pode se desenvolver melhor. Dentre os climas em que cresce com mais saúde estão o tropical, subtropical e mediterrâneo.

O cultivo da Brinco-de-Princesa deve ser feito em solo fértil enriquecido com matéria orgânica. O solo deve também apresentar boa drenagem evitando que as raízes fiquem encharcadas apodrecendo. Durante o verão a irrigação deve ser feita com mais regularidade. Quando o inverno se aproximar do fim é interessante investir em adubo para ajudar a planta no seu período de florescimento. Se você irá manter a Brinco-de-Princesa em vaso deve podar os ramos pela metade depois do seu florescimento.

Como Fazer a Propagação da Brinco-de-Princesa?

A propagação dessa planta deve ser feita através de estacas ou sementes. O melhor momento para preparar o processo é fim da primavera e começo do outono. As estacas devem ser feitas de ramos jovens tendo entre 8 e 10 cm de altura. Para evitar que as folhas inferiores venham junto corte logo abaixo de um nó.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • eu queri ve essas flores por causa do clegio obrigado pela atençao

    amanda 14 de setembro de 2012 16:10 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *