Chá de Flores Azuis de Feijão Borboleta

O feijão borboleta é uma planta do tipo trepadeira e que pertence à família biológica chamada Fabaceae. Essa planta tem origem na Ásia tropical e ela apresenta um tipo de crescimento muito rápido e com bastante vigor. Com relação ao seu porte, ela apresenta hastes extremamente finas, com folhas e flores ornamentais. Essas flores são chamadas de “solitárias”, visto que elas se encontram de uma maneira bastante espaçada entre si.

Além disso, as suas flores são do tipo axilares e com pétalas curtas, cujas cores podem variar desde o azul claro até o azul anil, apresentando uma base na cor branca. Com relação às folhas, essas se apresentam de uma maneira muito alternada, com uma coloração de um verde bastante escuro e chamativo, com um comprimento que pode variar entre 4 centímetros a até 7 centímetros. A planta como um todo pode atingir até 4 metros de altura e as flores ocorrem principalmente no período de outono e, algumas vezes no período do verão também.

O que mais se destaca nessa planta feijão borboleta é o fato de as suas flores serem de um azul muito admirado por todos, sendo que é uma tonalidade intensa e extremamente vívida, muito embora as cores das flores acabem por não se destacar, uma vez que o verde muito escuro das folhas dessa planta permite que não haja um contraste entre as flores e as folhas. Com relação aos frutos que essa planta produz, eles são do tipo vagem que apresentam um comprimento que pode variar entre cinco a até sete centímetros de comprimento, sendo que isso também vai influenciar na quantidade de sementes que há em cada vagem, o que vai variar entre seis a dez sementes.

De uma maneira geral, a planta feijão borboleta é considerada uma trepadeira com finalidades de decoração, podendo ser utilizada tanto em jardins internos quanto em jardins externos, podendo, inclusive, enfeitar aqueles suportes onde são colocadas outras plantas. No entanto, as flores dessa planta também são empregadas na culinária, principalmente para utilizar o seu pigmento azul para fazer a coloração de alimentos, como arroz, gelatinas e até mesmo sorvetes. Outro uso bastante interessante das flores de feijão de borboleta é na medicina, como um tipo de ansiolítico, além de também ser muito útil para auxiliar com os tratamentos de infecção de garganta e vias aéreas superiores, por exemplo, além de também ajudar com os problemas do trato gastrointestinal, como a indigestão.

Há, ainda, algumas evidências que alegam o fato de que o chá de flores azuis de feijão borboleta apresente uma capacidade hepatoprotetora, além de reduzir a chance de resistência à insulina, o que genericamente, chamam de efeito antidiabético. Para fazer o chá, basta ferver um litro de água, assim como para a feitura de qualquer outro chá e, após a água levantar o fervor, separe cerca de três colheres de sopa de flores e folhas de feijão borboleta. Eles devem ser colocados nessa água, cujo fogo deve ser desligado após o início da fervura. Em seguida, deve-se realizar uma infusão tampando o recipiente em que a água estiver e aguardar por cerca de dez a até quinze minutos. Esperado esse tempo de infusão, basta coar o chá e adoçar de acordo com a sua preferência, lembrando que produtos naturais como o mel, por exemplo, sempre serão as melhores escolhas para adoçar um chá. É recomendado fazer uso desse chá por cerca de duas a até três vezes na semana, lembrando que ele é apenas um auxiliador e nunca deve substituir um tratamento médico pré-estabelecido.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *