Como Plantar Orquídeas

Se você é um dos tantos apaixonados por plantas e mais ainda se o assunto for orquídea, então, vai adorar as dicas a seguir. Vamos ensinar como plantar as orquídeas, essas flores delicadas e lindas que encantam tantas pessoas, mas que exige muita atenção e carinho, principalmente no que diz respeito ao cultivo e ao momento de transplantá-la para o vaso.

Não precisa fazer um curso e nem ser um especialista em jardins para poder plantar orquídeas em casa com as próprias mãos. Basta um pouco de atenção, cuidado ao manusear a planta, não deixar nenhum detalhe em segundo plano e pronto, você terá lindas orquídeas no seu jardim ou varanda.

Vamos começar falando de quem já comprou uma muda de orquídea e chegou a hora de trocar o vaso. Ela deverá ganhar mais espaço em um vaso grande e adequado, o que chamamos de transplantá-la. A seguir, como mudar de vaso sem prejudicar a sua orquídea:

1- Como Passar a Orquídea Para um Vaso Maior

A orquídea não poderá ficar no vaso que ela foi plantada, chega em um ponto, ela precisa de um espaço maior para crescer bem, então, é chegada a hora de fazer o transpasso. É bem simples, basta retirar a planta inteira, o que significa tirar com a terra do vaso onde ela está. Em seguida, com muito cuidado, retire todo substrato que está nas raízes. Verifique as raízes e retire todas aquelas que estão velhas. Na hora de plantá-la novamente, faça de modo que a brotação nova fique localizada bem no centro do vaso.

Dicas para não errar: você usar uma tesoura para retirada das raízes velhas, então, observe que ela deverá estar esterilizada para não contaminar e nem estragar a sua orquídea. Para esterilizar a tesoura use um esqueiro passando por toda ela e depois ainda passe álcool.

Antes de fazer o processo já tenha em mãos o vaso em que ela será colocada. Uma boa dica para você é que as orquídeas gostam muito de vasos de barro porque são arejados e frescos. Porém,  a água drena muito melhor nesse tipo de material, por isso, tenha atenção para que a sua orquídea não fique sem água com a terra seca por um longo período. A manutenção é essencial para que ela cresça bonita e saudável.

Se você quiser ter menos trabalho, escolha um vaso plástico, mas fique de olho porque ele segura mais água e o excesso também não é bom para sua planta. Neste caso, as regas deverão ter um intervalo maior entre elas. Não quer dizer que você não terá trabalho, terá um pouco menos, mas a atenção deverá ser a mesma independente do material que você escolher.

Alguns Truques de Quem Está Acostumado a Cultivar Orquídeas

  • Quem está acostumado ao cultivo das orquídeas costuma nos dias muito quentes molhar o chão em volta de onde a planta foi cultivada para que a água ao se evaporar suba até ela e a orquídea consegue absorver.  É uma forma de que ela tenha água com a garantia de que não acontecerá nenhum excesso.
  • Quando a orquídea se encontra no seu habitat natural ela consegue captar água da água que desliza de alguma fonte colocada próximo a ela ou diretamente do contato com o ar. Sem falar que elas gostam muito de estarem próximas de árvores. Caso você tenha um jardim, plantar as orquídeas no tronco das árvores é a melhor opção sem dúvida nenhuma.
  • Saiba que as raízes brancas das orquídeas possuem um objetivo que é aquele de pegar a umidade e os nutrientes para si e deixar que aquele lugar onde elas estão plantadas fique perfeito para que elas possam crescer bem.

A Importância do Substrato

O primeiro passo para plantar uma orquídea, a muda, é escolher o vaso, que deverá ser bem fundo e que tenha boa capacidade para drenar a água e isso será complementado pelo substrato. Então, no fundo desse vaso coloque: argila estendida ou brita, artigos que são vendidos em lojas especializadas, fácil de encontrar.

Com esse substrato a água não ficará acumulada no fundo e as raízes terão a possibilidade de crescer bem.

Feito isso, é hora de colocar o substrato, a terra, que deverá chegar até a borda superior do vaso escolhido, deixando que a planta fique localizada na superfície.

A orquídea precisa estar segura no lugar que você escolheu para ela, o que significa que se ao pegar o vaso, você sentir que ela balança, não está bem colocada. Com o substrato deverá ser ajeitada e ficar firme.

Depois não esqueça que entre um ano e meio e dois o substrato deve ser trocado porque com um tempo ele vai ficando ácido e já não tem nutrientes suficientes para alimentar a orquídea. Quando essa troca é concluída é hora de regar bem novamente e seguir com os cuidados anteriores.

E não é só isso, a orquídea precisa de adubo a cada 15 dias, o que faz total diferença para que ela se adapte ao novo estrato.

Quando a orquídea passar da fase de crescimento é bom fazer o adubo pelo menos uma vez por mês ou ele pode ser feito após cada fase de pré flores.

O que Fazer na Hora de Replantar as Orquídeas

Quando for lidar com as orquídeas lembre-se que elas são muito delicadas e todo cuidado é pouco quando se fala em replantio.

Na primavera, você observará uma grande mudança, o quanto elas ficarão mais iluminadas, estarão mais propensas a reprodução e é hora de trocá-las de vaso, se for o caso. Faça isso observando que elas começam a dar flores e folhas novam apresentam, o indicativo de que é o momento certo para replantar a orquídea. A escolha do momento justo fará toda a diferença no resultado final, pode ter certeza.

Dicas e Cuidados na Hora de Plantar as Orquídeas

  • É normal que orquídeas de floriculturas, mercados ou supermercados sobrevivam no nosso jardim. Normalmente, o problema está na manutenção. Redobre os cuidados.
  • Água: nem muito e nem pouco, na medida certa.
  • Terra: uma terra saudável e rica faz toda a diferença.
  • Plante a sua espécie de orquídea buscando conselho de qual época do ano é melhor fazê-lo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Adorei as dicas mais gostaria de saber como plantar orquídeas no muro

    jaciena 1 de fevereiro de 2015 18:39 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *