Cultivo De Orquídeas Para Iniciantes

Não é novidade para ninguém que nos cercar de plantas é uma das formas mais saudáveis de viver a nossa já muito atribulada vida cotidiana. Pesa para esse lado o problema da grande urbanização das cidades: cada vez mais estamos vendo concreto e, infelizmente, cada vez menos estamos vendo verde nos locais que costumamos passar diariamente. Só que, nesse sentido, várias são as ações que buscam fazer com que os locais urbanos consigam ter um maior aproveitamento do verde em suas construções.

Cuidados com sua Orquídea

Cuidados com sua Orquídea

Uma das novas tendências arquitetônicas têm, justamente, a ver com uma maior pegada ambiental: estamos falando das florestas verticais, que são erguidas juntamente aos prédios, trazendo enormes benefícios tanto às construções como o ambiente em volta: ajuda a manter a temperatura agradável dentro do prédio, além de fazer com que o oxigênio seja renovado, também. Alocado a isso estão diversas reduções de gastos, inclusive sobre economia de energia.

Não podemos nos esquecer que as plantas são mais preteridas em locais com pouco espaço, tais como  apartamentos: além de não ocuparem muito espaço, não demandam muita atenção, o que seria diferente se estivéssemos tratando de um animal, logicamente. E, as preferências são sempre pelas orquídeas, por trazerem toques de leveza nos ambientes onde ela é depositada.

Mas você conhece a fundo uma orquídea? Nesse artigo, iremos falar um pouco sobre ela, bem como, também, dar uma introdução sobre como cultivar corretamente uma orquídea, caso você seja um iniciante nessa prática. Confira:

A Orquídea

A orquídea nada mais é do que uma flor que pertence a uma das maiores famílias de plantas de todo o ecossistema. Por terem um grande número de espécies, as orquídeas são bastante conhecidas por terem diversas formas, tamanhos e cores. E, falando nessa última característica, você pode encontrar, por exemplo, uma orquídea branca como uma nuvem, bem como, também, um azul escuro da cor do céu estrelado. Ou seja, é bastante variação para apenas uma planta.

Ela pode ser encontrada, praticamente, em qualquer lugar do planeta, em exceção da Antártida, continente gelado que não suporta muitos tipos de vida. O seu uso comercial é voltado, majoritariamente para o uso decorativo. Porém, pode ser utilizado também para fins alimentícios, sendo muito mais raro essa ocorrência. Mais a frente, você vai entender melhor.

Regando Orquídea

Regando Orquídea

A Orquídea e Sua Adaptação

Mas o que a orquídea tem de especial para poder ser encontrada em, praticamente, todo o globo? Uma pequena frase já pode definir: “fácil adaptação”. Absolutamente. A planta é uma que apresenta um grande poder de adaptação, sendo que ela pode ser encontrada na natureza de diversas maneiras, sendo mais natural a sua fixação em galhos de árvores altas. Isso se explica pois ela passa a ter um acesso facilitado à alimentação e também luz do sol (não em demasia), o que cria um clima perfeito para que ela possa crescer bem.

Mas isso não significa que ela só seja encontrada dessa maneira: na África, por exemplo, ela também é muito detectada na Savana, um bioma que é bastante conhecido por não ter grandes árvores: ela é encontrada no solo.

Voltando à questão de encontra-la nas árvores, elas utilizam o substrato delas para poderem se fixar. O alimento é obtido com a degradação de orgânicos provindos da própria árvore (tais como folhas e galhos podres). Diferente do que muita gente pensa, a orquídea não pode ser considerada como uma planta parasita, já que ela não prejudica a planta que a hospeda nem a sua diretamente para a sua alimentação.

A Baunilha

Lembra que foi dito um pouco mais sobre a possibilidade de usar a orquídea para fins alimentícios? Pois bem. Talvez você nem saiba ao certo, mas você consome a orquídea muitas vezes em sua alimentação. Sabe aquele biscoito que tem escrito na embalagem “sabor baunilha”? Pois é. A baunilha é extraída de uma orquídea chamada “Vanilla”, espécie que só é encontrada na América.

A Baunilha

A Baunilha

Aliás, a sua popularização só se deu com a chegada dos espanhóis na América: eles começaram a perceber o uso dessa orquídea na alimentação dos nativos e, a partir daí, levaram para a Europa e começaram a industrializar o extrato, fazendo com que ela passasse a ser utilizada em todo o canto.

Por falar em América, a parte latina do continente é a responsável por concentrar a maior parte das espécies: são mais de 350 que foram, até agora, catalogadas. Isso não exclui, por exemplo, as espécies que até hoje não foram descobertas. O país sul americano da Colômbia é a nação que mais concentra as espécies de orquídeas da América Latina.

Risco De Extinção

É até louco pensar que, apesar de ter um grande número de espécies, a orquídea é constantemente ameaçada de extinção, e isso se dá por conta de sua coleta indiscriminada em locais de preservação selvagem, bem como, também, a destruição de seus habitats naturais. Em contrapartida a isso, a Orquídea é uma das plantas com uma maior facilidade de repovoamento. E isso se dá, justamente, por conta da grande possibilidade de repovoamento utilizando apenas uma flor de orquídea: ela contem milhares de sementes, que podem semear todo um campo de futebol, por exemplo.

A importância da orquídea para a economia é enorme. Existem alguns países que vivem apenas da exportação dessas plantas, por conseguirem conciliar vários estilos dessa planta, bem como, também, obter qualidade nesse cultivo, o que é muito importante.

Cultivo De Orquídeas Para Iniciantes

Mas saiba que, apesar da facilidade de cultivo da orquídea, é necessário que você tenha um preparo para tal, pois, se isso não acontecer, é bem provável que o seu cultivo vá por água abaixo. Caso queira aprender como cultivar uma orquídea da maneira correta, confira o vídeo a seguir:

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *