Lavanda Francesa – Propriedades

Lavanda origina-se da palavra ‘lavare’ e significa se banhar, se lavar. De acordo com historiadores, há evidências de que estas eram usadas há cerca de três mil anos atrás. Acredita-se que civilizações antigas com os egípcios utilizavam esta planta em rituais de mumificação e para ungir os pés. A rainha Cleópatra tinha o costume de imergir seu corpo com óleo de lavanda, já os fenícios e árabes a usavam na composição de cosméticos, itens medicinais e óleos de massagem.

A utilização desta flor foi difundida principalmente pelos gregos na Europa. Os romanos utilizavam a lavanda para o banho, na preparação de alimentos, para trazer perfume ao local, além de utilizar como remédio. A lavanda é citada até nas estrituras sagradas, em marcos, capítulo 13 e versículo 3, ao qual a lavanda é chamada pelo nome de nardo. Na Idade Média a lavanda era utilizada na lavagem de roupas, e monges e padres cultivavam em jardins de enfermos, já que conheciam suas propriedades medicinais.

A lavanda foi muito difundida e usada até o século XVI por nobres europeus que a usavam em baús, lençóis, e cama para espantar traças que pequenos animais que se alojavam nos locais de dormir. Ainda, na Inglaterra, a rainha Elizabeth I tinha o costume de tomar o chá de lavanda para combater enxaquecas , além de utilizar com perfume em sabões, água de banho e de lavar roupas. Até hoje a família real faz uso do chá e biscoito de lavanda para combater crises de enjoos durante a gravidez.

Lavanda Francesa – Propriedades

A lavandula angustifolia é um pequeno arbusto originário do mediterrâneo, países Africanos e Europeus. As flores desta possui um valioso óleo essencial muito utilizado para tratamentos com fins de beleza e terapêutico. Suas propriedades são ação antifúngica, analgésica, bactericida, anti-inflamatória, cicatrizante e sedativa. Seu óleo essencial pode ser usado diretamente na pele, sendo aplicada para combater dores de cabeça, tensão muscular, problemas emocionais, irritações na pele, queda de cabelo, estresse, ansiedade, insônia.

Benefícios de Utilização

  • Ajuda no tratamento contra a acne, já que possui propriedades anti-inflamatórias e antissépticas.
  • Combate a eczema, já que o óleo tem a capacidade de aliviar a coceira e acelera o processo de recuperação e cicatrização.
  • Desintoxica a pele, já que em sua composição há agente antioxidantes que combatem aos agentes nocivos à pele.
  • Auxilia no processo de cicatrização de queimaduras.
  • Cura picadas de insetos.
  • Ajuda a amenizar o estresse muscular. O óleo essencial é excelente para a fadiga muscular, principalmente para a cabeça e os pés. A dica é massagear os pés antes de dormir, e além de suavizar e acalmar os pés cansados, pode também amenizar manchas.
  • O óleo é tonificante para a pele, ela firma, potencializa a circulação e nutri as células.
  • Auxilia no combate a queda de cabelo, sendo extremamente eficaz neste quesito, já que o óleo é altamente indicado para sintomas principais da perca de cabelo, como o estresse, insônia, depressão e ansiedade.
  • Ajuda no tratamento contra caspas e piolhos.
  • Tratamento contra a insônia, já que possui propriedades que ajudam a acalmar o sistema nervoso central.
  • Indicada no tratamento para ansiedade e depressão, já que é calmante, anticonvulsivo e sedativo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *