Lavanda – Propriedades Mágicas

Lavanda – Propriedades Mágicas

A natureza é magnífica e é composta por diversos elementos, todos em perfeita sintonia e equilíbrio. Muito desses elementos podem ser utilizados para as mais variadas finalidades, desde aplicados na gastronomia, na medicina natural como também em eventos e rituais mágicos. Por possuir propriedades específicas, muitas ervas, flores e até mesmo raízes são adquiridas ou apanhadas para serem empregadas na preparação de chás com propriedades especiais ou então em banhos preparados para a cura ou para fins de proteção e purificação. Muitas especiarias, como o cravo e a canela, além de algumas ervas, condimentos e insumos utilizados na cozinha, como o alecrim ou a alcachofra, além de serem aplicados em receitas, possuem características místicas e são, por vezes, empregados de forma a aproveitar esses atributos.

A lavanda é uma planta que pode ser utilizada para variadas finalidades. Seu nome botânico é Lavandulae, o científico é Lavandula angustifólia, Lavanda Inglesa ou L. Vera. No meio popular podem ser identificados como lavanda, alfazema, nardo, espicanardo ou ainda como lavândula. Muitas espécies são utilizadas para fins ornamentais como a Lavandulastoechas ou a Lavanduladentata. São da família da hortelã, alecrim, manjericão e tomilho e muito frequentemente conhecidas por seu cheiro característico e agradável, sendo possível encontrar diversos produtos de limpeza e também incensos que empregam seu aroma como chamariz de vendas. A partir da flor de lavanda são obtidos óleos essenciais, muito utilizados na produção de produtos de limpeza, como shampoos, cremes e perfumes. É bastante fácil encontrar produtos, independentemente da finalidade, que empregam sua essência.

É uma planta que se desenvolve bem em climas frios, podendo resistir a geadas. Podem ser encontradas em uma vasta área, desde o sul da Europa até o norte da África. No entanto, por algumas modificações genéticas, essas flores se adaptam também ao clima tropical. Apesar de se apresentarem, tradicionalmente, na cor lilás e roxas, atualmente é possível encontrá-las na cor azulada.

Apesar de não ser tão conhecida, a lavanda pode ser utilizado na culinária também. Por ser da família do alecrim e manjericão, pode ser utilizada como tempero. São também empregadas como aromáticas em bebidas, mel e sorvetes, por exemplo. E não para por aí não! A lavanda é usada para fins medicinais. Há uma espécie, a lavandula angustifólia, que tem a aparência similar a um arbusto, que possuem efeitos sedativos e são bons para problemas digestivos. É também manipulada a fim de ser empegada na aromaterapia, juntamente com meditações e orações, trazendo o lado místico da planta.

Considerando o lado místico dos elementos e a prática de rituais mágicos, a lavanda pode trazer uma significância muito benéfica e de paz. Essa planta está associada à cura, tranquilidade, ao amor, purificação e pureza, podendo ser empregada poderosos de magia. Para quem curte relaxar com incensos, os de lavanda podem contribuir tanto no aroma quando na concentração e na tranquilidade que expressam.

Os praticantes de magia encontram na lavanda um elemento de abundante poder mágico, bastante versátil, sendo utilizada em variados feitiços e rituais, muitos dos quais voltados aos poderes tranquilizadores, de limpeza de áurea e de clareza. Está associada ao planeta Mercúrio e ao elemento Ar, o que remete a orientação da mente e da psique.

Segundo uma publicação do blog Sintonia da Lua, a lavanda pode ser usada em cultos a diversos deuses e possui também ligação com diversos seres mágicos, como Elfos e Fadas. Há diversas magias, para variadas finalidades, que veem na lavanda um elemento poderoso. Para quem procura, oferece clareza em sonhos ou adivinhações, o chá de lavanda pode ser tomado previamente. Na limpeza da casa, ao adicionar essência de lavanda na limpeza do chão, é possível expulsar energias desagradáveis. Para quem está estressado ou anda com medo, banhos mágicos utilizando a lavanda pode trazer grande tranquilidade e reestabelecer o equilíbrio e a harmonia pessoal. Ainda sobre a lavanda, essa planta pode ser aliada a rituais em busca do amor.

A terapia também se beneficia da lavanda, que possui propriedades fantásticas. Entre as muitas vantagens, são usadas para acalmar nervosismos, asma, depressão, faringite, laringite e bronquites. Segue algumas receitas para você também aproveitar os benefícios dessa planta tão poderosa, mística e aromática.

Lavanda Contra o Cansaço

Para tratar o cansaço, é possível preparar um óleo de lavanda para ser aplicado na pele, geralmente nos pulsos ou para ser consumido. Para preparar o óleo, utilize folhas frescas de lavanda e 75% de um litro de um azeite de boa qualidade. Junte tudo em um recipiente e deixe descansar em um lugar fresco por aproximadamente 20 dias. Após esse período, filtre o óleo para utilizá-lo como essência ou para o consumo.

Lavanda Contra a Insônia

Um chazinho de lavanda pode favorecer uma boa noite de sono e combater a insônia. Para tanto, ferva uma pequena porção de lavanda juntamente com uma xícara de água filtrada. Após a fervura, adicione o adoçante de sua preferência e consuma antes de deitar.

Lavanda Contra Faringites e Laringites e Tosse

Para combater e abrandar os sintomas de faringites e laringites, além de combater tosses, o chá de lavanda é uma boa pedida. Para preparar o chá, ferva 1 litro de água filtrada juntamente com aproximadamente 50g de lavanda. Após filtrar o chá, consuma espaçadamente durante todo o dia, acrescentando um pouco de mel para adoçar.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *