Lendas – Rosa Príncipe Negra

Lenda Rosa Príncipe Negra

As rosas são algumas das flores mais conhecidas e admiradas. São lindas e perfumadas. Possuem uma grande variedade de cores. Existe uma lenda em torno das rosas negras. Ambas histórias são muito tristes e sombrias, mas falam de um amor verdadeiro e profundo, capaz de permanecer mesmo após a morte.

Vejamos abaixo duas lendas sobre a Lenda da Rosa Príncipe Negra.

Primeira Lenda

Segunda a lenda, muito tempo atrás havia um vampiro muito apaixonado pela sua mulher. Ela também o amava mais que tudo. E os dois viviam em um castelo maravilhoso. Muito felizes.

Em um certo dia, a mulher teria saído pelos bosques em volta do castelo para procurar por rosas. Em meio às roseiras, havia uma serpente muito venenosa que a picou, matando a mulher no mesmo instante.

Como ela demorava para voltar, o vampiro teria saído para procura-la nos bosques. Foi então que a encontrou morta entre roseiras, no chão. Durante muitos dias, ele teria chorado por ela. As suas lágrimas teriam se transformado em sangue, que acabou sendo absorvido por rosas que estavam em volta do corpo.

Depois disso, as rosas teriam ficado negras, da mesma forma que o coração do vampiro. Por esse motivo, é que as roseiras se dão melhor com os climas mais frios, exatamente conforme o corpo da mulher.

Segunda Lenda

De acordo a lenda, muitos séculos atrás, enquanto ainda era jovem e humano, o Conde Drácula era cheio de vida e de sonhos. E, como não poderia ser diferente, também era apaixonado por Natasha, uma moça muito linda. A bela morava com seus pais em um castelo e estava noiva do Conde, que ia com frequência visita-la. O casamento aconteceria assim que ele voltasse da Cruzada. O casal estava feliz, passeavam pelos jardins e campos, brincavam, e ele enfeitava os cabelos da amada com flores.

Em um certo dia, quando o dia para a partida do conde para a Terra Santa estava próximo, Natasha entrou em uma gruta que ficava próxima ao castelo. Segundo os relatos dos moradores da região, havia um terrível dragão vivendo na gruta. Nesse momento, o dragão teria atacado a linda moça e a matado.

O Conde Drácula teria ouvido os seus gritos e partido em direção à gruta para salvar a sua amada. No entanto, o dragão já tinha devorado a linda moça. Foi então que o jovem Drácula caiu de joelhos perante a poça de sangue de Natasha, tudo o que havia restado dela. E ali permaneceu chorando por vários dias. Ao se erguer, ele teria se tornado um novo homem. Era agora um homem frio, sem aquela pureza que antes havia em seu coração.

Segundo a lenda, onde estava o sangue de Natasha misturado às lágrimas do Conde Drácula, crescia uma roseira selvagem. A cor das rosas era roxa, em tom bem escuro. A rosa ficou conhecida, então, como Rosa Príncipe Negro. Drácula foi para as Cruzadas, onde se tornou um vampiro cruel e o mais temido por todos, conhecido como o Príncipe das Trevas.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *