O Que São Plantas de Forração

As plantas de forração são pequenas, algumas até miúdas, que servem para deixar jardins mais bonitos. Podemos dizer que é uma espécie de “técnica” que ajuda a deixar a parte externa mais bonita, fazendo uma espécie de acabamento. Elas cobrem vasos e canteiros por completo. Mas, não são úteis somente pela beleza, também ajudam para criar texturas, tonalidades diferentes e auxiliam no controle da umidade.

Todas as qualidades das plantas de forração podem ser aproveitadas nos espaços residenciais. Claro, que para que tudo funcione perfeitamente é necessário estar atento a determinados cuidados. Uma boa opção é misturar as espécies que existem no mercado quando for criar as forrações.

Um outro ponto importante é em relação a luminosidade, dela depende o sucesso ou não da forração. Algumas plantas exigem iluminação direta do sol, enquanto outras, precisam de meia sombra ou de luz parcial, isto é, quando as árvores filtram a luz natural, antes de chegar até elas.

A luz do sol é muito importante e influencia diretamente no crescimento das plantas.

Características das Plantas de Forração

Como o próprio nome sugere, as plantas devem forrar todo um espaço, mas elas podem fazer isso crescendo na vertical ou na horizontal. Se a ideia for cobrir um muro, por exemplo, a jiboia, a vinha, a unha de gato, as heras são mais adequadas, porque são espécies que crescem para cima.

Entre as forrações, a grama, é sem dúvida, a mais conhecida. Mas, não pense que toda grama é igual, existem vários tipos, como por exemplo, a batatais, a esmeralda, a grama preta, a bermuda, o amendoim rasteiro, entre outras. Algumas dessas gramas possuem flores lindas e muito delicadas.

No paisagismo, o gramado como forração é muito usado para fazer a integração entre todos os elementos que fazem a composição daquele jardim. Claro, fazem a proteção do solo e de forma positiva, podem exercer influencia positiva sobre o microclima da área.

Outra função de um gramado como forração do jardim é garantir que a paisagem, além de protegida, fique verde durante o ano todo.

Tipos de Forração Disponíveis

Mas, não é só a grama que está entre as forrações mais populares, existem outras, que são muito usadas pelos paisagistas, como por exemplo, o lírio-da-paz. Podemos citar mais espécies de plantas perfeitas para forração, que são: clorófito, agapanto azul, maranta, aspargo, avenca, onze-horas, antúrio e mini azaleia, entre outros.

A verdade é que com criatividade, não faltam opções para criar lindas forrações. Porém, as pessoas tendencialmente preferem as plantas que cobrem todo solo e que são perenes. Também é muito popular o uso de casca de árvore, pedriscos e seixos, neste tipo de técnica.

A Importância da Manutenção de Forração

É muito importante a escolha das plantas que farão a forração do solo do seu jardim, com base no tempo disponível para a sua manutenção. Sem os cuidados adequados, certamente, o resultado em poucos dias será de um espaço feio e de má aparência.

A consulta a um profissional da área antes de decidir por uma planta ou outra é fundamental para não cometer erros de principiantes. Ele poderá junto com você, através de análises do lugar, dizer quais são as plantas mais adequadas para realizar a forração que você deseja.

O profissional também é capaz de fazer sugestões de ideias que para quem não trabalha com jardinagem não é possível ou nem mesmo passa pela cabeça. Um exemplo, de possibilidade, que normalmente, parte de um profissional é o uso de plantas aquáticas na forração. Se você tem um espaço que é possível criar um lago artificial, usar esse tipo de forração, como espelhos d’água é muito atrativo e dá mais beleza ao espaço. Normalmente, esse recurso é usado em forrações com estilo oriental.

Independentemente do tipo de forração que você escolha, seja grama ou qualquer outra, basicamente, o que é principal para mantê-la como se deve é a manutenção. É fundamental que as folhas secas e velhas sejam retiradas, que o espaço seja limpo com frequência, além do adubo, que deverá seguir a risca o exigido pelas planta escolhidas e a irrigação. Lembrando que água demais é tão ruim quanto água de menos.

Um canteiro, uma forração tem um desenho e esse deve ser mantido, atravé da manutenção periódica. Assim como é necessário ficar de olho para manter longe do seu espaço as doenças e pragas.

Uma dica para quem gosta de forrações floridas é o uso de adubos com composição com maior concentração de fósforo. Esse tipo de substância ajuda a fazer com que as flores fiquem mais bonitas e o jardim mais florido por um longo tempo. No caso da forração verdinha, com algum tipo de grama, quanto mais a cor for viva, mais bonito ficará, neste caso, enriquecer o adubo com nitrogênio é a melhor opção.

Dicas Para Cuidar da Forração

  • Todas as plantas precisam de cuidados específicos, o mesmo que vale para uma planta que você cultiva no vaso, serve para aquela que foi cultiva no jardim ou tem o objetivo de ser uma forração. Então, o melhor mesmo é saber tudo sobre a espécie, antes de comprá-la. Considerando, principalmente, o solo que se tem e também o quanto de luz solar essa planta irá receber. Quem não tem muito tempo deve sempre optar pelas plantas de baixa manutenção.

  • É importante que você tenha um sistema de irrigação ou uma forma de molhar as plantas que não comprometa a saúde de cada uma delas. Elas precisam de água e esse é um fator que deve ser pensado logo no início, de como será feita a irrigação.

  • Antes de fazer qualquer tipo de cultivo, verifique a qualidade do solo. Pode ser que seja necessário melhorar ou regular a terra com uso de adubo. Um solo doente não serve para fazer nenhum tipo de cultivo.

  • Para trabalhar com jardinagem é fundamental ter as ferramentas básicas para trabalhar em jardim. Elas ajudam a garantir um trabalho perfeito, sem que você acabe “machucando”uma planta, por exemplo, quando vai fazer algum tipo de manutenção, como tirar ervas daninhas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *