Qual a Maior Flor do Brasil?

A flor papo de peru é considerada a maio flor brasileira. Seu nome científico é Aristolochia gigante, e também atende pelos nomes aristolóquia, cipó mil homens, papo de peru, jarra-açú, jarrinha, Mil homens, papo de peru barbada e papo de peru grande. É uma flor considerada trepadeira, e sua flor não é nada ‘normal’ de acordo com os padrões de flores aos quais estamos acostumados, já que são gigantes, solitárias e pendulares. Sua estrutura é geralmente composta por um caule grosso e muito ramificado, e sua casca é grossa e retém muito líquido, parecido com a estrutura de uma suculenta. As folhas são bem características, esverdeadas, com glabras, com um formato de coração e suas nervuras são bem destacadas.

As flores apresentam perianto (estrutura de verticilos aos quais são formados pela corola, periginandro, periântio, periginândrio e cálice) sendo este delicado e bastante membranoso. Sua coloração é curiosa, possui um tom de marrom e vermelho mais escuro, e sua parte mais interna um formato em tom claro, de branco a bege. A cor da flor é composta por tons diferenciados e peculiares, e sua parte interna é em formato tubular, no formato de um papo. Esta flores, ao desabrocharem soltam um cheiro fétido, ao qual é responsável em atrair seus principais vetores de polinização, que são as moscas.

Formas de Cultivo e Cuidados

Esta flor atrai olhares e curiosos dado seu tamanho e formato. Apesar de seu mau cheiro, é possível utilizá-la com fins de jardinagem e ornamentação, já que suas folhagens são densas e bonitas, e o cheiro que exala não é muito forte, sendo possível adequá-la ao ambiente juntamente com outras plantas com odores mais agradáveis.

Elas podem ser cultivadas em vasos, desde que tenham algum suporte para se desenvolverem, podem também ser plantadas em cercas, jardineiras, caramanchões, arcos, treliças dentre outras estruturas paisagísticas. Seu desabrochar ocorrem entre os meses que compreendem da primavera até o outono. É considerada uma planta de rápido crescimento.

Ainda a planta pode ser cultivada em locais com luz solar direta incidente ou em locais com pouca sombra. O solo de preferência rico em composto orgânico, fértil, com estrutura de drenagem e deve ser irrigado regularmente. O papo de peru não se adéqua a climas frios e geadas, preferindo o clima tropical. É indicado adubar a terra todo mês no período da primavera e do verão. É uma planta relativamente resistente a pragas e alguns tipos de doenças. Suas multiplicação pode ser por meio do processo de estaquia ou também por meio de sementes.

Propriedades Medicinais

Esta planta possui princípios ativos que são benéficos à saúde, como óleo essencial, taninos, aristoloquina, aristolóquico e pigmentos. Ao ser ingerida ela provoca relaxamento e sensação calmante ao indivíduo, agindo contra dores gástricas, cardíacas, respiratórias, intestinais. É estimulante sendo indicada para tratar variados tipos de problemas de saúde como erupções cutâneas, diarreia, chagas, asma, feridas, febre, picada de cobra, úlcera na perna, indigestão, problemas ligados a menstruação.

É importante ter cuidado, já que a planta pode vir a ser tóxica ao ser humano, já que quando ingerido altas doses, o ácido aristolóquico pode causar paralisia nos rins. O chá desta deve ser somente por indicação e prescrição médica. Suas contraindicações compreendem o não uso em gestantes, sua ingestão aumenta o fluxo menstrual, é contra indicado para pessoas com problemas no fígado e pressão alta, podendo provocar efeitos colaterais como diarreia, lesão renal e hemorragia interna.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *