Rosa Príncipe Azul

Rosa Príncipe Azul

Também conhecida somente como rosa azul, este tipo de rosa não existem naturalmente na natureza, mas vamos concordar que estas flores misteriosas e nos encantam pela sua peculiaridade. Antes esta planta somente era possível por meio de ilustrações e desenhos, mas como o desenvolvimento tecnológico, as primeiras espécies foram cultivadas com sucesso, transformando em realizada a rosa azul. As primeiras rosas azuis foram desenvolvidas por meio de manipulação genética e laboratórios japoneses, e assim conseguiram extrair pigmentações de outras espécies. Isto amplia a biogenéticas das flores, podendo ser usada para não haver extinção de certas espécies de flores e plantas.

As rosas como um todo, na mitologia grega é uma criação atribuída à deusa das flores, Clóris. A partir de um corpo de uma ninfa encontrada em um bosque já sem vida, ela busca ajuda com Afrodite, deusa do amor, que deu a flor a beleza, Dionísio ( deus do vinho) proporcionou seu néctar com doce perfume e as três graças lhe proporcionaram a felicidade, o encanto e esplendor. Após o deus do vento, Zéfiro afastou as nuvens para que Apolo, o deus do Sol pudesse sustentá-la com o brilho e desta forma fazer a flor florescer.

Significado Rosa Príncipe Azul

A tonalidade azul possui como significado o infinito, e presentear uma pessoa com esta flor é representar seus sentimentos de modo continuado de admiração, gratidão, apreciação, respeito e claro, amor eterno. E como ainda são flores raras, a ela são atribuídas o símbolo da prosperidade e riqueza material.

Lenda da Rosa Azul

São muitas lendas que envolvem a rosa azul, uma delas conta a história de um sultão, que tinha uma linda filha, bela, formosa e muito teimosa. Chegando o tempo de sua filha escolher um marido, e por insistência de seu pai, e contra a sua vontade, a menina formosa disse que somente se casaria com o homem que lhe trouxesse uma rosa azul.

Muitos homens da redondeza se animaram, houve até um jovem que esculpiu uma rosa em pedra de safira , porém este foi rejeitado e expulso do belo palácio. Um homem, espertalhão foi consultar e busca ajuda de uma bruxa que vivia nas redondezas, e ela o aconselhou a pegar uma rosa branca e deixá-la em um copo com água e pigmento azul e esperasse até o dia seguinte. Com a rosa azul em mãos, o sabichão foi ao encontro do sultão, e mostrou-lhe a rosa azul, mas a princesa esperta espreme a rosa e vê que era apenas pigmentação artificial.

Em um belo dia a jovem princesa conhece um bardo, e se apaixona seu sua voz e sua poesia, juntos conversam, declamam poesias e cantam as mais belas melodias, e assim o amor ali nasce. A jovem princesa pergunta ao jovem se ele gostaria de se casar com ela e no mesmo momento ele aceita, porém a princesa lembra de seu pedido, mas no mesmo momento o jovem bardo insiste em não haver preocupação, no dia seguinte ele levaria a rosa azul ao palácio.

No dia seguinte o jovem se aproxima do palácio com a flor cor de rosa, e mostra ao sultão, apontando ser a rosa azul mais bonita que havia encontrado e queria oferecer a princesa, apesar do sultão contestar ele chama sua filha. A jovem princesa, esperta, ao ver o jovem com a rosa entendeu, e segue falando ser a rosa azul mais bela que já havia visto e que se casaria com o jovem bardo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *