Babosa de Pau: Conhecida Como Filodendro

A babosa de pau também pode ser uma velha conhecida sua, porém, com um outro nome, afinal de contas, essa planta possui nada menos do que 4 nomenclaturas populares. Veja quais são: filodendro, babosa de pau, babosa de árvore e pacová.

E como toda planta, além dos nomes chamados populares, que são aqueles fáceis de pronunciar e de se recordar, ela também tem o nome científico ou chamado de botânico, que é “philodendrom martianum”. Em alguns livros, o nome científico da babosa de pau ainda aparece em inglês, ficando “philodendron cannaefolium sweet”.

Para completarmos a ficha técnica da babosa de pau, ela faz parte da família angiospermae – família araceae e sua origem é brasileira.

Características da Babosa de Pau

A babosa de pau é uma planta herbácea cuja as as folhas tem como característica perene. Falando das folhas são bonitas e vistosas, pois podem chegar a atingir entre 1,20 a 2,0 metros de altura. Essa variação na altura é bem comum.

Pelo fato de ser uma planta escandente, a babosa de pau, no paisagismo, é muito usada próxima aos muros, mas também pode ser cultivada em vasos para ficar na parte interna da casa.

Além disso, as folhas são ovais acuminadas e os seus pecíolos são alongados imbricados, além de serem muito grandes em toda a dimensão e não só na altura.

Apesar de ter a consistência coriácea, as folhas da babosa de pau possuem bordas lisas e uma tonalidade verde escura. Da cor, a principal particularidade é o fato de ter a parte superior em um tom de verde mais brilhante e com uma certa inserção na forma de roseta.

As flores na babosa de pau são muito raras, quando aparecem tem como característica serem espádice. Por não serem flores diferentes e que atraem pela beleza, elas não fazem falta na planta e nem se pensa nelas para efeito de ornamentação.

Como é o Cultivo da Babosa Pau

Quem pensa em plantar a babosa pau, como primeira regra é necessário saber que ela só pode ser cultivada à meia sombra. O sol direto é um “veneno” para essa espécie e o resultado fica visível ao olho nú. Quando os raios solares atingem a babosa pau diretamente, logo surgem manchas castanhas, que na verdade são queimaduras.

Essa planta é muito usada para o cultivo em interiores, ela dá um ar tropical ao ambiente, vida e tudo graças a sua folhagem com a tonalidade brilhante de verde.

É muito importante além do cultivo à meia sombra saber que o vaso para plantar a babosa pau deve ser grande e com a boca larga. Elas podem ser cultivadas em grandes vasos de cerâmica ou de cimento e o diâmetro da boca do vaso é que permite que a planta se desenvolva como se deve.

Para que ela não seja prejudicada com o ir e vir das pessoas, reserve um canto do ambiente para colocá-la. Além desses dois detalhes citados anteriormente, cuide bem para que o substrato que será usado para plantar a babosa de pau seja rico de matéria orgânica, além da necessidade de ser poroso. E para terminar, não esqueça que essa planta deve ser regada com frequência.

Dicas Para Plantar a Babosa de Pau em Canteiros

  • O primeiro passo para cultivar a babosa de pau em um canteiro é a preocupação com o canteiro. Será necessário abrir um buraco bem grande para o cultivo, use o torrão para ajudar na tarefa.
  • Faça uma mistura do substrato que deverá ser composta de adubo de animal de curral (quanto mais curtido tiver, melhor), húmus de minhoca, areia, cerca de 500 gramas de adubo de aves (verificar o tamanho da muda para ver o quanto será necessário). E mais, compre em lojas especializadas o adubo granulado NPK na seguinte fórmula: 10 10 10. Considere 100 gramas para cada uma das mudas que forem ser plantadas.
  • Uma vez que você misturou todos os “ingredientes” do substrato, ele deverá ser colocado no fundo do buraco, em seguida, a muda deverá ser acomodada e para terminar, com o resto da mistura, as laterais preenchidas.
  • Caso se trate de um solo muito compacto, solte um pouco a terra do fundo do buraco e também dos lados para que as raízes se desenvolvam sem problemas.
  • A rega logo nos primeiros dias depois do cultivo deve ser feita em maior quantidade, principalmente, caso não chova. Mas, fique sempre bem atento para não molhar demais.

Dica Para Cultivar Babosa de Pau em Vasos

A babosa de pau também pode ser cultivada em vasos e depois colocada na parte interna e ficar na parte externa da casa.

  • O furo de drenagem dos vasos deve ser protegido com geomanta e brita em cima, esse é o primeiro passo para preparar o vaso adequadamente.
  • Repita o substrato misturado indicado anteriormente, coloque no fundo do vaso, acomode a muda e use o restante para encher as laterais do objeto.
  • Vale ressaltar que os vasos que forem cultivados para ficar dentro de casa, na hora de se fazer a mistura de substrato, convém, para evitar cheiros fortes, que o adubo animal não seja utilizado.

Sobre a Propagação e Mudas da Babosa de Pau

As plantas podem possui uma única forma ou na maioria dos casos, mais de uma, como forma de propagação, isto é, de fazer novas plantas. No caso da babosa de pau, ele poderá ser feita com sementes, o meio mais usado.

As sementes devem ser colocadas em um substrato poroso e leve, de preferência que a terra tenha sido mistura com casca de arroz carbonizada ou também serve a perlita. É uma forma de manter a semente protegida e depois do cultivo a única preocupação é com a rega.

Outra forma de fazer a propagação da babosa de pau é através da separação de touceiras adultas, retirando delas mudas saudáveis, que depois vão para um substrato, como já demos a dica anteriormente.

A babosa de pau é de origem brasileira, mas os seu climas preferidos são o quente e o ameno, por isso, pode ser vista em maior quantidade nas regiões com essas características. Ela não só não gosta de baixas temperaturas, como é sensível a elas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Informações

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *