Cinamomo

O cinamomo, ou Melia azedarach, como é seu nome científico, é uma árvore da família do mogno, que é nativa da Índia, da Indochina, do sudeste da Ásia e da Austrália, embora, hoje em dia, possa ser encontrada em praticamente todos os lugares do planeta.

O Cinamomo também é comumente conhecido como jasmim de caiena, jasmim de cachorro, jasmim de soldado, árvore santa, loureiro grego, lírio da índia ou Santa Bárbara.

Os frutos do cinamomo, bem como as suas folhas – se forem utilizadas na forma de chá ou então ingeridas in natura -, podem causar aumento da salivação, vômito, náuseas, diarreia intensa, dores abdominais e, em casos da ingestão de uma grande quantidade de qualquer destas formas do cinamomo, uma depressão do sistema nervoso central.

A árvore de cinamomo adulta pode chegar a medir até doze metros de altura, mas que pode chegar, em condições excepcionais e poucas vezes vistas, a até quarenta e cinco metros de altura.

Cinamomo

Cinamomo

Seu formato é bem característico, tendo um tronco longo e longilíneo, e uma coroa de folhas, frutos e flores bem ao seu topo. Suas flores são, na verdade, bastante bonitas, e são mais comuns nas cores de um roxo pálido ou um lilás intenso, e crescem nas pontas dos galhos da árvore de cinamomo, em acúmulos de diversas flores, formando cachos das mesmas. Além de bonitas visualmente, as flores da árvore de cinamomo são bastante fragrantes com um cheiro agradável, e não muito doce. A fruta do cinamomo é uma espécie de bolinha, que cresce na árvore durante o outono e nela fica pendurada durante todo o inverno, até que, na primavera, começa a murchar e se encolher e enrugar, até ficar completamente branca e finalmente cair durante o verão em calçadas e no chão de onde a árvore fica. No caso de cidades, é preciso tomar bastante cuidado para que crianças não ingiram o fruto que, como já dito acima, pode causar efeitos colaterais se ingerido.

As folhas da árvore de cinamomo são bastante longas, podendo chegar a até cinquenta centímetros de comprimento, e ficam localizadas em pequenas junções de e ou três a cada pequeno galho, crescendo de maneira não combinada, e com as pontas serrilhadas, tendo uma cor bastante característica de um verde intenso o que, juntamente com o lilás ou roxo pálido das flores, e a cor do tronco, formam uma árvore de beleza muito grande.

Seu principal uso é a madeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>