Dicas Para Desidratar Frutas

Você sabia que é possível desidratar alimentos em casa? Ervas, temperos, legumes e frutas podem ser desidratados sem precisar da ajuda de ninguém.

Vale ressaltar que ingerir alimentos desidratados é uma forma de evitar algumas doenças. Quando desidratadas as frutas, por exemplo, continuam saudáveis e mantém a sua boa qualidade.

Outro bom motivo para desidratar os alimentos é porque dessa forma, eles poderão ser conservados por um tempo mais longo. Um fruta desidratada tem o seu tempo de perecibilidade reduzido e por isso, ficará mais fácil e prático usá-la.

Desidratar as frutas também pode ser uma boa solução para quem não tem tempo ou não gosta de ir sempre à feira. Também tem quem gosta de comer frutas desidratadas, mas não pode ficar indo sempre no supermercado. Sem falar que comprar “pronta” custa bem mais do que preparar em casa.

Como Funciona o Método de Desidratação de Alimentos

Quando se aplica o método de desidratação de uma fruta, na prática, significa tirar a maior parte do líquido que ela possui. É exatamente a não presença desse líquido que faz da fruta um “ambiente” menos atrativo para os micro-organismos. Uma vez que é graça a água que existe dentro do alimento que eles conseguem se desenvolver.

Uma vez que a água é retirada da fruta, ela perde peso e tamanho, outro motivo que a torna mais fácil de ser conservada.

Quando o processo de desidratação das frutas é feito pela indústria, é comum que eles acrescentem conservantes e corantes nos alimentos. É uma forma de tornar mais eficaz o produto. Porém, neste caso, seja fruta, seja verdura, ambos perdem parte dos seus nutrientes. 

Os Métodos Usados Para Desidratação das Frutas

Existem 4 métodos para desidratar os alimentos, entre eles, as frutas. São eles: secagem ao sol, secagem ao forno, usando o desidratador de alimentos caseiro e através de máquinas desidratadoras. O mais comum desses métodos para quem quer fazer a desidratação da fruta em casa é o uso do eletrodoméstico, que pode ser comprado em lojas especializadas.

Também é bem verdade que é mais comum do que imaginamos, desidratarmos alimentos em casa, sem nos darmos conta do que estamos fazendo. Isso acontece principalmente nos estados do Nordeste e do Sul do nosso país. O fato de deixar a carne de sol pelo lado de fora para secar e prepará-la no dia seguinte é uma forma de desidratação. O mesmo se faz com as frutas.

Já no caso das indústrias é o usado o vácuo parcial, que faz com que a água da fruta se evapore a uma temperatura bem baixa. Esse é considerado tipo de desidratação preferível para evitar que os alimentos sofram tanto com as transformações químicas.

Por exemplo, os sucos de frutas desidratadas, as sopas instantâneas com vegetais desidratados, cápsulas de mandioca e até mesmo o tomate seco são alguns exemplos desse modo de desidratar os alimentos. Na verdade, se trata de um método usado pelas indústrias no mundo inteiro. Em casa, para desidratar as frutas, caso você não tenha o aparelho especialmente feito para fazer isso, poderá usar o método no forno. 

Como Desidratar as Frutas no Forno ou com Secagem ao Sol

Você poderá desidratar frutas como uva, abacaxi, ameixa, banana, maçã, figo, mamão, entre outras.

O método mais simples é colocando as frutas para “secar” no sol, onde perderão o líquido. E a segunda maneira é colocando-as dentro do forno em temperatura baixa por poucos minutos, o suficiente para fazer com que elas percam a água.

As Frutas Desidratadas e Também Secas Além de Gostosas são Muito Saudáveis

Uma boa maneira de matar a fome que bate entre uma refeição ou outra é apostando em um lanche com frutas secas ou desidratadas. Não é bem um lanche e sim uma “beliscada”, porém, muito saudável. As frutas desidratadas e também as frutas secas são muito saborosas e ricas em vitaminas. No caso das secas são crocantes e gostosas para mastigar alguma coisinha, enquanto a hora do almoço não chega.

Porém, como todo os alimentos, não é para exagerar na quantidade, 2 ou 3 e pronto. As castanhas, por exemplo, são muito calóricas e não devem ser consumidas em excesso. O bem que esses alimentos fazem para o nosso corpo é conseguido com pequenas porções. Não é preciso comer muito para o organismo ter o que precisa. Então, não deixe sempre de ter dentro da bolsa frutas desidratadas e também as frutas secas. 

Dicas de Consumo de Frutas Desidratadas e Secas

  • Tanto as frutas desidratadas quanto as secas podem ser consumidas em qualquer horário do dia. Prefira aquelas frutas desidratadas chamadas de secas ou liofilizadas, são as que vendem no supermercado em pacotes com pequenas porções. Não tem hora para comê-las.
  • Você também pode fazer um mix e colocar em saquinhos dentro da bolsa. Misture, por exemplo, castanhas com várias frutas desidratadas. Neste caso, você tem várias vitaminas juntas. Pode deixar o saquinho na bolsa, na gaveta do escritório, sempre perto para matar a forme.

Veja o que as Frutas Desidratadas, Secas e as Castanhas Fazem Pela sua Saúde!

  • Frutas secas como damasco, ameixa, tâmara seca, uvas-passas e fito tem um grande teor de açúcar concentrado, por isso, são recomendadas pelos nutricionistas para as pessoas que praticam intensa atividade física. Essa frutas aumenta a capacidade energética e além disso, são boas para quem tem problema de prisão de ventre, pois possuem muitas fibras.
  • As castanhas fazem muito bem para o nosso corpo e estão ligadas à alimentação saudável. Elas são ricas na gordura mono insaturada e que é ótima para o coração. Além disso, da castanha o nosso corpo ainda se beneficia com a vitamina E, presente no alimento. Sem falar da sua capacidade de eliminar os radicais livres (magnésio e selênio) que são produzidos em excesso no nosso corpo. Ela tem efeito antioxidante. Além das castanhas-do-pará, inclua na sua lista outros alimentos com o mesmo efeito, as nozes, as macadâmias, as amêndoas, as avelãs e as castanhas de caju.
Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Informações

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *