Lagos Artificiais de Jardim

Sim, é possível ter um lago, mesmo onde não existia nenhum, caso você tome os cuidados necessários para se fazer um artificial. Para que uma pessoa tenha em casa um lago artificial deve seguir algumas instruções, quando o constrói e depois para cuidar garantindo que esteja sempre bonito.

Para que seja possível ter um lago artificial bem legal, também chamado de lago ornamental, juntamos as principais informações necessárias. Vamos mostrar os principais detalhes para montagem e também para manutenção. Em ambos os casos é normal que a falta de informação crie problemas para quem está criando um lago artificial. Vale ressaltar, antes de prosseguirmos, que é muito comum que novidades surjam e facilitem ainda mais as duas fases.

O Que É Necessário Para Se Formar Um Lago Artificial?

Para se formar um lago artificial existem várias maneiras, podemos falar dos formatos, vários tipos; existe uma grande quantidade de estrutura que pode ser usada, concreto, alvenaria são alguns exemplos; a tipologia das pedras também é bem variada, além da decoração e os peixes que podem ser colocados nele.

Pense que também é necessário outro tipo de preocupação, como por exemplo, com o sistema de filtragem, cuja as possibilidades são: por passagem de água corrente, filtros em concreto ou industrializados são as possibilidades ou industrializados e por último, em concreto.

Serão apresentados os seguintes itens de para lagos artificiais: filtro ultravioleta, bomba submersa, sistemas de filtragem biológico externo ou filtragem mecânica, entre outros itens.

Itens Que Devem Ser Observados Para Lago Artificial

1- Tamanho do lago: a recomendação é escolher entre projetos cujas medidas fiquem entre 1000, como mínimo, a 30000, o máximo de litros. O motivo da escolha dentro desses limites é devido à limitação dos sistemas de filtragem que existem no mercado.

1.1- Sobre a forma do lago: a escolha pode ser entre: oval, retangular, gota ou em formato do número “8”. Mas, atenção, independentemente da forma escolhida é importante que a área mais funda, todos devem ter, seja de 100 cm, onde será colocado o ralo. A área mais rasa não pode ter menos do que 20 cm. A parte rasa pode ser substituída por um declive, como a opção mais simples.

2- Local de construção e instalação do lago artificial: dê preferência para um lugar onde o sol bata em poucas horas a cada dia e não o dia inteiro. Pense também que existem alguns pássaros que podem atacar o seu lago, caso queira criar peixes. Também longe de árvores que podem acabar deixando o lago muito sujo por conta do processo natural de perder as folhas.

A construção do lago artificial deve ser feita com mantas próprias para esse tipo de trabalho ou em concreto impermeável. No caso de alvenaria é necessário buscar uma empresa especializada e que tenha boas referências.

3- Drenagem ou ladrão de tanque: cuidado com o ralo com registro ou pela opção de tubo de superfície, pense sempre em como será para fazer as trocas eventuais, caso necessário. Não dispense o condicionador e escolha um bom ladrão para escoar a água em excesso que poderá acumular por conta da chuva.

4- Escolhendo o sistema de filtragem, que significa a bomba, que tem que ter o pré-filtro. Essa peça pode ser grelha ou esponja que facilita na circulação da oxigenação e da filtragem. A oxigenação também pode ser usada como cascata, outra possibilidade é usar o filtro biológico externo ou aquele ultravioleta. Neste primeiro, peças que podem ser tubinhos cerâmicos ou peças plásticas. Graças a esses aparelhos, você tem a garantia de que a água do seu lago artificial será cristalina e saudável, principalmente, no caso da presença de peixes.

O que é importante pensar para a escolha desses aparelhos:

– O tamanho do seu lago e a capacidade são fatores de extrema importância para fazer a escolha correta.

– Observe que de 2 a 4 vezes o volume de água de todo o lago artificial passará pelo sistema de filtragem.

– No caso do aparecimento de algas adesivas no seu lago, basta usar produtos para combatê-las que são próprios para lagos artificiais.

5- Termômetro: serve para medir a temperatura e garantir que ela ficará no nível adequado que é entre 10 a 26 graus Celsius.

6- Na decoração, pense nas pedras, as neutras e brancas, sem cantos vivos são as mais usadas. Tenha atenção que algumas pedras podem soltar resíduos no lago que atrapalham o pH, falando nisso, ele deverá ficar entre 6,5 e 7,5. Outra atenção necessária é para não deixar troncos que dão cor de chá para água.

7-Plantas para lagos artificiais. Elas podem ser naturais e o resultado é perfeito, algumas das espécies mais usadas são: jiboia, ninfeia, papiro, aguapé e lírio da paz. O ideal é que elas sejam colocadas em por cima da terra em vasos de areia, pense em rede que a água passe, mas que não fique ao alcance dos peixes, caso existam no lago.

Mais dicas de plantas, as flutuantes, vejam alguns exemplos: santa Luzia, aguapé, alface d’água, e outras. Lembre-se que alguns peixes devoram as raízes e acabam sujando os filtros e isso faz com que sua manutenção seja mais difícil. Caso prefira, aposte nas plantas artificiais.

8- Os peixes e outros ornamentos no lago artificial. Para a escolha dos tipos de peixe é necessário considerar a quantidade de sol que brilha sobre o lago e a temperatura da água. Pode ser que a escolha seja de cascudos ou de peixes que preferem água fria.

Considere também a ração para os peixes, que são específicas para cada um deles, por exemplo, as carpas, que não têm estômago, precisam ser alimentadas com algo específico. O uso de rações que não são apropriadas farão com que elas não sejam ingeridas e acabarão contaminando o lago.

  • Filtro UV deve ser usado em lagos que estão expostos ao sol em excesso, caso o contrário, não é necessário.
  • Pode ser usado um clareador de água verde.
  • Caso não tenha peixe, o filtro, o cloro e o produto para combater as algas não precisam ser utilizados.

Todo jardim para ser completo precisa de um lago para dar aquele charme, e para as pessoas que querem algo mais prático e fácil para manter  sempre bonito e sem muito trabalho existem os lagos de jardim artificiais  que são feitos por pedreiros á base de concreto  e vedacit que é usado em cima do concreto para impermeabilização, estes lagos devem ser feitos por profissionais  ou pessoas que entendem do assunto para que tudo saia perfeito e a pessoa não tenha prejuízos com algo que não deu certo.

Lago Artificial

Lago Artificial

Depois do lago pronto a pessoa pode usar da criatividade para enfeitar, ai sim a pessoa pode optar e escolher tudo no seu gosto. Nos lagos  de jardim são muito utilizados pedras em volta para dar um toque de algo mais sofisticado, alem  de bichinhos em volta feitos de porcelana ou então para quem gosta de luxo pode optar pelas belas cascatas.


Categoria(s) do artigo:
Jardim

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *