Qual a Melhor Madeira Para Plantar Orquídeas

As orquídeas são uma das maiores famílias de plantas existentes, possuem diversas formas, cores e tamanhos. Muitos as chamam de plantas parasitas, mas na verdade elas são epífitas, estabelecem uma relação de inquilinismo com seu inquilino, a orquídea vive sobre a outra planta, utilizando-se apenas de apoio e sem dela retirar nutrientes e sem estabelecer contato com o solo. Muito utilizadas como plantas ornamentais, os projetos de paisagismo contam bastante com elas principalmente pela beleza, suas variedades e cores. 

Como Cultivar:

Primeiro é necessário saber que geralmente elas são plantadas através da troca de vasos ou de muda, pois o processo através da semente é demorado e é difícil encontrar sementes para venda no mercado. 

Clima: Prefere o clima Tropical, mas se adapta a qualquer clima. O ambiente seco desidrata a flor, portanto se não for um clima úmido ou os dias estiverem quentes, hidrate um pouco mais a planta, você pode utilizar o borrifador de água, os melhores horários são no início da manhã ou na parte da tarde.  Para conferir se o solo está úmido ou seco, coloque o dedo na terra que a orquídea estiver plantada.  

Descubra Como Ter Orquídeas Lindas, Saudáveis e Com Flores Dignas de Exposição Todos os Anos por apenas 6x de R$9,98

Onde plantar: pode ser plantada em vaso. Os vasos de barro com furos, ou os vasos transparentes (a raiz dessa planta também faz fotossíntese), são os mais indicados. Não utilizar um vaso que seja muito grande, pois retém muita humidade o que faz com as raízes apodreçam. Uma dica é escolher um que seja dois dedos maior que o bulbo.

Florescimento: Acontece uma vez ao ano, geralmente no verão e na primavera, as orquídeas hibridas (Cruzamento de flores) podem florescer mais vezes. 

Ambiente: Uma boa luminosidade garante o florescimento, mas sem exagero, pois, muita luz deixa as flores amareladas e pouca as deixa verde-garrafa.

O solo: Sempre incluir substratos no solo, por a raiz das orquídeas precisam ar. Uma combinação de substratos faz com tenha uma boa aeração e drenagem.

Adubação: o ideal é aduba-las uma vez por semana. Você pode escolher o de sua preferência. Os estômatos (responsável pela absorção de nutrientes da planta) da orquídea fica na parte inferior da folha, se caso escolher um adubo liquido que vá misturar na agua não esqueça de molhar estas partes.   

A Poda: as plantas devem ser podadas para que se mantenham saudáveis. As orquídeas devem ser podadas com regularidade. Geralmente depois que elas florescem, você pode corta-la acima do terceiro nó, para estimular o crescimento e ainda retirar as ramificações em excesso para que a planta cresça com liberdade. As raízes podres também devem ser retiradas com uma ajuda de uma pinça e tesoura (lembre-se de estetiza-la) elas são reconhecidas pela cor marrom. 

Melhores espécies para se ter em casa: a phalaenopsis (orquídeas mariposa ou borboleta), que inclui variações como a tillandsia cyanea (bromélia) e o anthurium scherzerianum (antúrio); elas se adaptam melhor em casa. 

Como Plantar/ Replantar Orquídeas:

  1. O replantio deve ser feito a cada dois anos, antes que o substrato apodreça. Para replantar, retire a planta inteira e depois com cuidado retire todo o substrato preso a sua raiz e as raízes velhas.
  2. No plantio de uma nova muda. Retire a muda do vaso antigo. Você pode dividi-la em duas partes para multiplicar.
  3. Lave as raízes e toda planta em água corrente.
  4. Coloque o material de drenagem no fundo do vaso, como brita, isopor, cacos de telha, etc.
  5. Umidifique o substrato escolhido. 
  6. Faça o plantio no centro do vaso.
  7. Enriqueça o solo com adubo ou mistura orgânica.

Qual a Importância Do Substrato:

Substrato

Substrato

O substrato utilizado para a plantação da orquídea é importante pois ele fará o papel da árvore, de como a orquídea se encontra na natureza. Essas plantas não são exigentes, mas o substrato escolhido deve conter boa aeração, boa drenagem, fornece nutrientes, manter a umidade e garantir a sustentação delas. 

Os substratos mais utilizados são: Fibra de coco, casca de pinus, esfagno, carvão, pedra britada ou argila expandida e xaxim (esse último é proibido pois está em extinção). Você pode utilizar apenas um ou fazer a combinação deles. 

Baratos: Fibra de coco; Casca de pinus; Carvão; Pedra britada ou Argila expandida.

Boa aeração: Fibra de coco; Casca de pinus; Carvão.

Drenagem: Pedra britada ou Argila expandida.

Ajuda na fixação: Fibra de coco; Casca de pinus.

Fornece nutrientes: Fibra de coco; Esfagno.

Retenção de água: Esfagno; Carvão. 

Baixe aqui um Ebook Gratuito com os 7 Maiores Segredos Do Cultivo de Orquídeas

Madeiras Para Plantio De Orquídeas:

Além dos substratos vistos a cima, as madeiras são muito utilizadas para o cultivo de orquídeas. Elas são utilizadas para dar aquela sensação da flor ainda estar na natureza e como ornamento da característica mais rustica aos ambientes. 

As madeiras podem ser utilizadas como cascas, lascas, troncos. Você deve amarrar suas orquídeas na madeira, você pode fazer furos se necessário para que as raízes da orquídea transpassem de um lado ao outro ou para que possa fazer a fixação da madeira no local em que desejar fixa-las. Um cuidado que se deve cuidar é com tanino (Os taninos atuam como defensores das plantas contra o ataque de herbívoros, tornando seu sabor desagradável, principalmente quando ainda não estão maduras o suficiente) que pode danificar as raízes das orquídeas. 

Orquídea no Tronco de Madeira

Orquídea no Tronco de Madeira

Dois tratamentos dos troncos para retirada do tanino em madeiras secos são: 

  1. Deixar a madeira de molho por 20 dias, trocando a água diariamente. 
  2. Ferver a madeira algumas vezes (até a água ficar menos marrom) e acrescentar sal. 

Nem toda madeira é boa para cultivo de orquídeas, na própria natureza podemos observar isso. A seguir, apresento as que são consideradas as melhores madeiras para o cultivo e suas características: 

Brauna negra: Uma madeira rugosa, que não se desgasta, alta durabilidade, boa para enraizamento. Era muito utilizada em sítios como cerca viva. 

Pau de café: Ótimo para enraizamento. Uma madeira esponjosa, permanece durante muito tempo úmida, porem sua durabilidade é de pouco tempo cerca de apensas três anos. 

Pau de Café

Pau de Café

Sansão do Campo: Retirar a casca e utilizar a parte de dentro que é mais durável (cerne). É mais seco, porem precisa de mais umidade. Ótimo para enraizamento.

Acácia negra: Muito durável e a mais rápida para enraizamento. A casca dela é muito enrugada porem se solta facilmente, recomentado fixar a orquídea no cerne. 

Casca de peroba: Ideal para enraizamento. Muito durável. Não retém muita úmida, porem em dias mais chuvosos ela consegui reter alguma água em suas rachaduras e fendas. 

Uma dica é NUNCA utilizar Eucalipto, nem tratado e nem virgem, pois é uma madeira muito toxica.  

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Flores

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *