Árvore-do-viajante: Uma Espécie Escultural

Há quem diga que a chamada árvore do viajante possua um aspecto cultural típico das  plantas originárias da ilha de Madagascar. Sim! Isso é uma verdade indiscutível. A espécie conquistou muitos jardineiros pelo mundo afora, os veteranos e quem está apenas começando agora. As folhas gigantes e a semelhança com a bananeira fazem com que a planta se torne ainda mais popular no meio da jardinagem e paisagística. Neste artigo, você vai aprender detalhes sobre o cultivo, desenvolvimento e função da árvore do viajante, ou se preferir, Ravenala madagascariensis.

Árvore-do-viajante: Uma Espécie Escultural

Árvore-do-viajante: Uma Espécie Escultural

Informações Botânicas

Abaixo, seguem as principais informações botânicas da espécies, especificando sua origem, localização e as principais características cientificamente comprovadas por pesquisadores:

Imagem de Amostra do You Tube

Características Específicas

A Ravenala ou árvore-do-viajante, como preferir, é uma planta categorizada como rizomatosa com um porte meramente arbóreo. Ela ainda é dita como semi-lenhosa, apesar de todo o seu aspecto escultural. Sua aparência é dita peculiar no meio da jardinagem já que é uma planta vinda da ilha de Madagascar com um aspecto belo e ao mesmo tempo estranho.

Folhas

A folhas da espécies são enormes e de formato exótico. Elas ficam todas dispostas lado a lado, formando um verdadeiro leque verde escuro. Como são enormes, devem ser sustentadas pelos longos e fortes pecíolos presentes na espécie. Para os pesquisadores, é muito fácil comparar a planta com a Bananeira, por exemplo, que possui folhas bem semelhantes a Ravenala.

Folhas

Folhas

O Nome Popular

A Ravenala não é popularmente conhecida por seu nome científico e na verdade exite uma história breve sobre o seu título popular. Conhecida por árvore-dos-viajantes praticamente em todo o local onde é cultivada ou existe por natureza, a espécie sempre acumulou durante a época de chuvas, muita água em seus pecíolos. Com isso, os viajantes que a viam pelo caminho poderiam matar a sede e seguir viagem sem o menor problema.

Palmeira?

Além de ser comparada com a Bananeira por causa de suas folhas largas e enormes, a Árvore-do-viajante também é comumente confundida com as Palmeiras. A explicação para isso está, de novo, nos pecíolos da espécie, aqueles que armazenam a água para os viajantes se deliciarem pelo caminho. Quando eles caem, as cicatrizes desta ação aparecem no caule lenhoso da planta. Isso também acontece com as típicas Palmeiras. Mesmo com toda essa confusão entre as espécies, a Ravenala é inserida no grupo das estrelítzias (Strelitzia sp), diferente da Palmeira.

Flores

As flores desta espécie começam a surgir entre os pecíolos, da mesma foma que acontece com as estrelítzias. Elas começam a crescer com suas brácteas verdes que lembram muito o formato de um barco. Suas flores são vistosas e sempre surgem na coloração branca-creme. Pesquisadores definem a aparência das flores crescidas e as brácteas como sendo o seguinte: “O conjunto formado por brácteas e flores lembra a cabeça de uma ave, com bico e crista pontiagudos”.

A época do ano mais comum as espécies para que haja a floração é no outono. Nesta época, em que as flores estão completamente desabrochadas, animais como morcegos e lêmures realizam a famosa polinização para que a espécie se propague de forma eficiente.

Frutos

A Árvore-do-viajante também é dotada do crescimento de frutos atrativos. Eles possuem cápsulas marrons com as sementes de arilo na cor azul “iridescente”, descrita pelos próprios pesquisadores. Os frutos abama por atrair muitas espécies de pássaros por ter sabor doce muito peculiar entre alguns tipos de aves.

Espaço Para Crescer

A espécie escultural que a Árvore-do-viajante possui um grande porte que atinge, em média, quase 8 metros de altura. O aspecto que ela atinge depois de crescida é considerado sensacional e por isso não pode ser cultivada em qualquer jardim. Para ser admirada por seu porte, a Ravenala deve ter espaço para o seu desenvolvimento. Assim, ela será bem vista e atingirá a sua meta para a ornamentação de certos espaços.

Para plantar, ela poe ser colocada em touceiras gigantes, até mesmo por causa de seu enorme porte. Uma outra forma é planta-la em caule único, sendo isolada de outras da mesma espécie ou em grupos.

Locais De Cultivo

Os lugares mais indicados para se cultivas a Árvore-do-viajante são parques, grandes fazes e jardins residenciais com grande espaço para o cultivo. Um dos símbolos de Madagascar não pode ser plantada em qualquer lugar, até porque ela é muito importante para os nativos. Prefira extensos gramados para o cultivo e não esqueça de cuidar bem da espécie durante os seus primeiros passos de desenvolvimento.

Utilidade

Além de ser facilmente identificada pelos nativos, a árvore do viajante e torna muito útil para os mesmos. Eles atuam extraindo um tipo de gordura sólida do seu caule para que depois possam fazer coberturas comestíveis com as folhas fibrosas.

Formas De Cultivo

A Árvore-do-viajante é uma as espécies que adora sol pleno, assim como em seu local de origem. O solo deve estar bem fértil, nutrido e com todas as condições de drenagem exigidas. Enriqueça-o bastante com matéria orgânica de qualidade antes de começar a plantar as primeiras sementes da planta. Não esqueça de que a terra deve ser irrigada quase que diariamente para um bom desenvolvimento da espécie.

Esta espécie exige uma boa adubação orgânica regular e não suporta longos períodos de estiagem. Ela suporta climas quentes e altamente tropicais, até porque ela é originária de Madagascar! Sendo nativa de grandes florestas úmidas e com altas temperaturas, a espécie  não tolera nenhum tipo de geadas ou qualquer que seja o frio intenso da região de cultivo. O aspecto climático é um dos mais importantes para iniciar o cultivo da Ravenala, portanto tome muito cuidado!

Evite planta-la em locais com ventos fortes e em locais muito abertos. As suas folhas começam a se rasgar nessas circunstancias, ficando muito feias.

Escrito por Jéssica Monteiro da Silva

Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>