Como Escolher o Vaso Ideal

O cultivo de plantas é uma pratica muito comum, independente do local onde a pessoas habitem, seja este um clima quente ou frio. As plantas possuem uma grande versatilidade, pois alem de funcionarem como objetos de decoração, elas trazem inúmeros benefícios aos seres humanos, como por exemplo a melhoria do ar do ambiente em que ela está sendo cultivada.

No entanto, quando a pessoa decide cultivar plantas, principalmente as de menor porte e que necessitam de um local apropriado para ficar, surge a indecisão de qual tipo de vaso adotar para realizar o cultivo daquela determinada espécie vegetal.

Confira As Dicas

Confira As Dicas

Atualmente no mercado existe uma grande variedade de tipos de vaso disponíveis, que apresentam diferenças quanto a aspectos como: tamanho, tipo de material e a forma e acabamento.

Conforme os especialistas em cultivo de plantas, os vasos devem ser escolhidos de forma que ele permita que a planta cresça de maneira plena e saudável.

No entanto, antes mesmo de escolher o vaso para o cultivo de sua planta, procure definir o local em que irá ficar a planta, pois esse fator irá influenciar bastante o tipo de vaso a ser usado par ao cultivo de plantas.

http://www.youtube.com/watch?v=ZwQ923fVuyE

O Vaso Como Peça Decorativa

Os vasos podem ser usados, principalmente quando se trata de plantas cultivadas em ambientes interiores e fechados, como peças de decoração que possuam o objetivo de realizar a composição dos espaços, trazendo beleza, cor e vida para o local onde serão cultivadas as espécies vegetais.

O paisagismo, que é uma ciência ou arte que compõe espaços através do uso de plantas, faz bastante uso de uma grande variedade de vasos. Os vasos utilizados procuram exalar beleza e precisam combinar com as cores e demais objetos decorativos do local. A ornamentação acaba se tornando a grande função dos vasos.

Os paisagistas e decoradores buscam usar os vasos, como peças harmônicas que combinem com o ambiente de forma que permitem que esse fique bonito e harmônico.

A Escolha do Vaso Ideal Para Cultivo de Plantas

De uma forma geral, não existe uma regra definida para a escolha de um vaso para determinado tipo de planta, no entanto, o primeiro passo para que seja realizada uma boa escolha é que a pessoa faça uso do bom senso e procure gerar uma composição harmônica entre a planta e o vaso.

Cada espécie vegetal exige um tipo de vaso diferente, pois precisam ser observados fatores como o tamanho médio da raiz da espécie vegetal cultivada e também as necessidades próprias de sobrevivência de cada planta, pois cada espécie vegetal apresenta peculiaridades particulares.

Modelos

Modelos

Outro fator fundamental para a sobrevivência e manutenção da planta, é que a escolha do tipo de vaso apropriado para a espécie vegetal que está sendo cultivada permite que ocorra o controle das condições do solo, principalmente da umidade do solo.

A escolha do vaso adequado permite que o solo não fique encharcado, isto é, a água não ficará acumulada na terra. O acumulo de água na terra pode ocasionar o sufocamento das raízes da planta, e por consequência o apodrecimento das mesmas, o que pode levar a planta a morrer. Para evitar essa situação, existem vasos que apresentam orifícios que são destinados para a drenagem e por consequência o escoamento da água que iria ficar acumulada no recipiente.

Fatores Para Escolha do Vaso Ideal

Existe uma série de fatores e aspectos que podem influenciar na escolha do vaso ideal para o cultivo de determinada planta, por isso é importante verificar questões como: tamanho, o tipo do material utilizado e a forma do vaso.

1)   O Tamanho do Vaso e da Planta

O tamanho é um fator que deve ser considerado na hora da escolha do vaso. Os vasos pequenos são utilizados com frequência para decorar e para cultivar plantas de pequeno porte. Os vasos menores se caracterizam por serem mais delicados, por isso são mais apropriados como peças decorativas. Os vasos grandes tendem a ser peças que apresentam maior peso, e caso você goste de mudar suas plantas de lugar, esse tipo de peça deve ser evitado, contudo os vasos grandes possuem maior capacidade de drenagem, evitando assim que aconteça o apodrecimento das raízes da planta.

De uma maneira geral podemos escolher vasos pequenos para as plantas de pequeno porte e os vasos grandes para as plantas maiores, pois irá gerar composições harmônicas e assim preservará as plantas para que se desenvolvam de forma plena.

Contudo para toda regra existe exceções, por isso é importante procurar conhecer a espécie vegetal que será cultivada e se ela se adapta ao tipo de vaso que você pretende coloca-la.

2)   O Material Utilizado

O material do vaso é um aspecto que deve ser levado em conta, principalmente pelo fato de se analisar o local onde ficará sendo cultivada a planta. Existem materiais que irão se deteriorar com maior velocidade se ficarem expostos ao sol em áreas externas (exemplos: madeira, metal, plástico e outros materiais), contudo os vasos que apresentam maior resistência como os fabricados com concreto, fibra de vidro e cerâmica, são ideais para serem utilizados nessas condições.

Os vasos usados em ambientes internos tendem a ser mais delicados, pois a pessoa apresenta a tendência de usar vasos que combinem com a decoração do ambiente, procurando gerar um clima de harmonia para que a decoração não seja quebrada.

Alem dos materiais citados (madeira, metal, plástico, concreto, fibra de vidro e cerâmica, podemos encontrar vasos fabricados com amianto, fibra de coco e até mesmo improvisações como o aproveitamento de garrafas Pet que além do efeito ecológico, acabam funcionando como espécies de pequenos vasos.

De acordo com o material que é fabricado, os vasos possuem características que ajudam no desenvolvimento da planta:

  • Vasos plásticos – possibilitam que a planta apresentem uma saúde melhor, dificultando o surgimento de pragas;
  • Vasos de Cerâmica – apresentam maior capacidade de retenção de água, bom para cultivar plantas que apreciam o solo úmido;
  • Vasos de Cimento – é uma excelente alternativa para plantas maiores e de cultivo em ambientes exteriores;
  • Vasos de Fibra de Coco – vaso de custo alto, vem sendo usado para substituir o xaxim. Apresenta alta capacidade de drenagem, no entanto não dá nenhum nutriente para a planta;
  •  Vasos de Xaxim – vãos muito usado para o cultivo de samambaias, contudo a planta está em extinção, tendo sua extração, fabricação e comercialização proibida há mais de 10 anos;
  • Vasos de Vidro – não é indicado para plantas a serem cultivadas no solo, sendo usado para plantas cultivadas na água como o bambu da sorte;

 3)   A Forma do Vaso

O formato dos vasos existentes no mercado são os mais variáveis, existem vasos em forma de jardineira, dos tradicionais bonsais, bacia, quadrado, bojo e outros formatos diversos.

O formato do vaso ajuda a essa peça a ter um efeito decorativo e ornamental maior, pois dependendo da forma, acabamento e material com que foram feitos, os vasos podem apresentar um design bonito e moderno, ornamentando qualquer ambiente em que ele for colocado.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Vasos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *