Como Fazer Uma Pastagem de Inverno

As pastagem de inverno são extremamente importantes para os produtores do Sul do Brasil por conta do frio rigoroso que se observa nessa região. É um modo que esse trabalhador rural tem de não sofrer prejuízos nessa época, podem dizer que é uma forma rentável e econômica.

Para se ter uma ideia de quanto o frio pode ser rigoroso e de como isso afetaria na produção se não fosse a pastagem de inverno, citaremos o exemplo da região da campanha meridional. Nesta região são registradas temperaturas baixas durante o inverno, que caem abaixo de zero graus, sem falar nas diversas geadas e toda a umidade que todo esse frio provoca.

Todos esses eventos somados criam não só a paralisação do crescimento da pastagem como provocam nos campos naturais o que é chamado de queima. Sendo assim, as proteínas, a energia, que são conseguidas através dessa pastagem para o gado do lugar influencia diretamente nos animais. Neste período e com esses problemas eles são mais magros, reproduzem menos, se observa um alto índice de abortos, entre outros problemas.

O que é Feito Para Superar os Problemas Naturais Causados Pelo Inverno Rigoroso?

Planejamento Forrageiro é uma das técnicas utilizadas para diminuir os problemas que são normais durante o inverno rigoroso quando nada é efeito.

Essa ferramente ajuda a alavancar os rendimentos pecuários e ainda incrementa a produção.

Qualquer tipo de tecnologia, e são várias, usadas para fazer a pastagem de inverno são chamadas de planejamento forrageiro. O que faz um agricultor escolher esse ou aquele é o tipo de vegetação naquele determinado lugar, o relevo, o clima, o sistema de produção usado e o solo.

Alguns sistemas de implantação que podem ser usados:

  • A semeadura pode ser feita com auxílio de dessecantes e diretamente no campo natural.
  • As pastagens pode ser usado o “integração”, isto é, a mistura entre arroz e soja.
  • Em campo nativo pode-se usar a semeadura nas formas direta ou em cobertura.
  • Para os cultivos e proteção no inverno pode ser usado a implantação de leguminosas. Exemplo: trigo ou cevada.
  • Ou também pode ser usado o sorgo forrageiro.

Sobre as Variedades e Espécies Para Preparar um Planejamento Forrageiro

No Sul do brasileiro é possível usar uma série de técnicas para preparar a pastagem de inverno. Sempre observando o tipo de solo, a topografia, o clima, o relevo, o tipo da vegetação, entre outros fatores para escolher entre uma ou outra opção. Porém, todas elas têm como objetivo principal colocar como fator principal associa leguminosas e gramíneas.

Essa associação tem um objetivo simples e importante, o de em primeiro lugar aumentar a produção de ambas na mesma proporção e que a forragem se distribua as diferenças dos climas nas quatro estações do ano.

Dicas de Opções de Pastagem no Inverno

Uma das técnicas usadas para se fazer pastagem no inverno é o azevém.

Vale ressaltar que o cultivo da pastagem de inverno, obviamente, deve ser feito com antecedência, para que durante as baixas temperaturas da estação mais fria do ano e das geadas, o pecuarista não enfrente maiores problemas.

E não basta somente cultivar as pastagens é importante que elas atinjam a quantidade que será necessária e também sejam de boa qualidade.

E o azevém é uma das pastagens que mais vem sendo usada no sul do Brasil para combater o período de frio intenso. E o motivo para a escolha é que se trata de uma pastagem de fácil manejo e também de implantação.

Outra vantagem do uso do azevém é o fato de ser uma pastagem para o inverno que se adapta em qualquer tipo de solo. Porém, vale ressaltar que prefere aqueles ligeiramente úmidos, argilosos e melhor ainda quando são férteis.

Não será preciso fazer semeadura a cada ano porque o azevém faz ressemeadura natural de boa qualidade.

O melhor momento para preparar a pastagem de inverno com azevém é durante o outono, começo de março e no máximo maio. Essa é a hora ideal porque espera-se que ele se desenvolva durante as estações do inverno e primavera. Neste caso, poderá contar com o pasto entre meados de outubro.

O tipo de pastagem de inverno de azevém tem um alto valor nutritivo e os animais gostam dela. Outra dica é que pode ser plantado com trevos, centeio, cornichão e aveia.

O modo mais comum do cultivo de pastagem de inverno com azevém é fazendo uso de sementes.

Sobre a Necessidade da Pastagem de Inverno

Não adianta tentar preparar a pastagem de inverno durante ou pouco antes do início do frio. Não tem o que fazer, caso não tenha sido feito no momento correto, tentar o cultivo de aveia ou azevém neste período é perda de tempo. Certamente, a safra será perdida.

Porém, é bem verdade que em alguns casos o frio chega atrasado e quem se atrasou e cultivou entre os meses de agosto e setembro sobrevivam, principalmente, a inimiga geada. Normalmente, o feijão, a soja e o milho são os produtos que conseguem superar esse erro do cálculo de plantio.

O Cultivo da Pastagem de Inverno Também é bem Representativo Para Comercialização

A pastagem de inverno acabou tornando-se um meio muito rentável de comércio, segundo dados da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Para se ter um ideia, os dados mais recentes diziam em uma plantação de aveia em uma pequena região, somando os seus 27 municípios, entre 115 a 120 mil toneladas.  Sem falar que ainda não foram feitos cálculos relacionados ao azevém.

Segundo a Secretaria é fácil explicar o aumento do cultivo da pastagem pela necessidade, uma vez que aumento a demanda pelo consumo. As vendas chegaram no último ano a mais de 200 toneladas.

Além de conseguir evitar os prejuízos e os problemas causados pelas geadas e o inverno intenso, a pastagem de inverno pode tornar-se um produto para comercializar e com grande sucesso de vendas.

Vale ainda ressaltar que com as mudanças climáticas, os pecuaristas e agricultores passam boa parte do ano tendo que se preparar para o que virá. As chuvas, o frio intenso, não são mais exatamente nos períodos que eram esperados.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *