Como Cuidar de Plantas Aquáticas em Aquários

Tudo que é vivo merece e deve ter cuidados especiais. Assim como os peixes em aquários, as plantas requerem cuidados diversos para uma boa adaptação. Elas são excelentes para ajudar na manutenção dos mesmos, assim como também deixam o aquário muito mais bonito que com plantas artificiais.

As plantas assim como todo ser vivo, tem suas necessidades especiais a serem supridas, elas precisam de macro e micro nutrientes, gás carbônico e luz solar, já que são organismos fotossintetizantes. Para cada tipo de planta há uma medida e uma proporção desses nutrientes que são usados. A falta ou o excesso de alguns nutrientes podem resultar no mau desenvolvimento das plantas ou no aparecimento de algas indesejáveis.

Infelizmente sai um pouco caro para se manter os sistemas que servem para fertilizar, injetar o CO2 e a iluminação. O melhor mesmo é conversar com quem já tem um sistemas desses e entende um pouco sobre o assunto, a conversa com outros aquaristas pode ajudar bastante.

Existem alguns elementos que são essenciais, e sem se preocupar muito você pode dar um jeito de criar as suas plantas sem muita dor de cabeça. 

Iluminação em Aquários para Plantas

A fotossíntese se torna indispensável para o desenvolvimento da planta. Quanto à iluminação, a qualidade dessa luz se torna mais importante que a duração dela. Sendo que algumas plantas preferem luz que tenham os espectros mais avermelhado enquanto que outras preferem as mais azuladas.

Como esses tipos de lâmpadas são muito caros e dificilmente você vai conseguir suprir toda a energia luminosa que a planta necessita, é indicado usar uma combinação entre lâmpadas com luz do dia a outras que sejam mais sofisticadas. Limita um pouco o crescimento das plantas, mas funciona bem.

Considerando a profundidade do seu aquário, sendo que quanto maior e mais profundo, mais watts seriam necessários na sua lâmpada. Um fórmula indica que o ideal seriam 1 watt para cada um litro de água. Os períodos para deixar as lâmpadas ligadas são de aproximadamente 10 ou 12 horas.

Mas é importante manter em equilíbrio as proporções entre luz e nutrientes, caso contrário toda uma iluminação elaborada pode ser toda desperdiçada. 

CO2

Todas as plantas e organismos fotossintetizantes necessitam da presença do CO2 para executar a sua respiração. Se essa quantidade não for exata a fotossíntese não acontece.

Quando o aquário é divido entre plantas e peixes, naturalmente esse aquário terá uma pequena quantidade de CO2, provido da respiração dos peixes. A maioria das plantas precisa de aproximadamente 10 a 20 ppm, enquanto que o CO2 provido da respiração dos peixes resulta em apenas 3 ppm, isso é o natural. Para resolver esse problema, o mais indicado são os sistemas de CO2 artificial.

O CO2 ajuda e auxilia a competição das plantas com as algas, sendo que com mais gás carbônico as plantas vão absorver mais nutrientes e luz, desenvolvendo-se melhor também.

Os nutrientes são mais necessários em grandes quantidades, potássio, nitrogênio e fosfato. Boa parte desses nutrientes é fornecida pelas fezes e a ração dos peixes de maneira natural. Isso nos leva a pensar como as plantas são boas para manter a limpeza dos aquários. qQuanto mais os peixes comem, mais nutridas serão as plantas.

Mas esses nutrientes podem ser injetados na água de forma artificial também, existem nutrientes para plantas aquáticos específicos que são vendidos em casas especializadas. Não usa fertilizantes de plantas comuns, elas são muito mais fortes e concentradas. 

Micro Nutriente

Estes são usados em quantidades menores pelas plantas, independente disso eles são indispensáveis para o crescimento delas. Sem elas as plantas podem não sobreviver.

Os elementos são o boro, o ferro, o cálcio e o magnésio entre outros. Muitos deles estão presentes na água natural, da torneira mesmo, nesse caso se torna importante a troca parcial da água do aquário. Não dá pra se determinar a quantidade exata e nem o período em que a água deve ser trocada, existem vários fatores que influenciam esses números.

De todos esses elementos o ferro é o mais importante, por isso ele deve ser comprado e adicionado artificialmente no aquário. Mas deve-se saber a quantidade exata pois uma proporção maior pode prejudicar o crescimento das plantas. Na verdade, qualquer nutriente em excesso pode se tornar toxico tanto para os peixes quanto para as plantas. 

Substrato para Plantas Aquáticas em Aquários

Algumas plantas possuem as raízes muito grande, o que significa que a espessura do seu substrato vai ser de acordo com as plantas que você tem. Pois algumas plantas têm raízes que são bem longas e precisam de uma profundidade maior e um substrato maior enquanto que outras nem raízes apresentam.

Para as plantas que têm raízes, o substrato se torna tão importante quanto os próprios nutrientes e eles podem ser preparados com fertilizantes para as plantas com aditivos e outros. O ideal é misturar também a granulometria dos solos, sendo grãos mais finos com os mais grossos para que a raiz das plantas possam respirar e crescer normalmente sem que a terra a impeça.

Cuidados e Observações com as Plantas

Existem algumas espécies de plantas que costumam armazenar determinadas quantidades de nutrientes, isso facilita e acelera o seu próprio desenvolvimento. Esse armazenamento pode durar aproximadamente um mês dependendo da espécie da planta. Mas caso as necessidades das plantas não forem supridas elas irão perder folhas ou podem até morrer, caso contrário ela pode se adaptar a um crescimento mais lento, o que não significa que ela não será bonita.

Assim como em todo ecossistema, dentro de um aquário também há competição entre as plantas por nutrientes. Para resolver esse problema, é importante manter o equilíbrio bioquímico da água para que todas as plantas absorvam uma quantidade necessária para seu desenvolvimento.

Existe a competição interespecífica também, que são entre outras espécies, como as algas que podem aparecer no seu aquário, e isso se torna um pequeno problema. É só descobrir o que está sobrando ou faltando e tentar corrigir, elas vão desaparecer naturalmente.

Depois dessas informações, corra até a loja mais próxima e troque as plantas artificiais horríveis do seu aquário e cuide bem das plantas. As plantas crescem, brotam e morrem, têm o seu ciclo igual ao de uma planta terrestre, afinal de contas são seres vivos também. 

Faça Um Mergulho Virtual

Veja neste artigo quais os tipos de plantas de aquário existentes com suas respectivas fotos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Informações

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Maravilha! Aprendi muito.
    Estou com um aquário plantado há uma semana e minhas plantas já estão dando sinal de crescimento. valeu pelas dicas e orientações. Os vídeos são lindos. Parabéns.

    Elias Bolivar 22 de março de 2014 23:49 Responder
  • Pingback: Tipos de Plantas para Aquário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *