Como Evitar o Aspecto Queimado no Gramado

Quando se fala em gramado, geralmente se pensa em campos de futebol, no entanto são inúmeras as pessoas que em suas residências ou casas de campo possuem um gramado compondo a decoração do ambiente.

Isso ocorre, pelo fato das pessoas gostarem de ter a vida e o verde das plantas próximas de si, além do mais, as gramas combinadas com outras espécies vegetais transmitem vida e ajudam a dar ao local um ar de maior claridade ao local, realçando todo o local.

As gramas são utilizadas na composição de pradarias e pastagens, e alguns tipos servem de alimento para algumas espécies animais.

Devido ao fato dos gramados terem importância no aspecto ornamental e até mesmo alimentício para os animais, ter um gramado verde e bonito é o sonho de muitas pessoas que cultivam alguma espécie gramínea. Inclusive, a composição de jardins com gramados, preferencialmente uniformes, densos, saudáveis e bonitos tem sido bastante requisitadas a decoradores e paisagistas.

No entanto, nem sempre é algo fácil manter o gramado sempre verde, bonito e saudável, pois apesar de realizarmos o plantio e a manutenção de forma periódica, existem pragas, doenças e outras situações que colocam em risco: o vigor, a saúde e a beleza dos gramados.

Portanto, é importante que as pessoas que cultivem um gramado procurem conhecer todas as informações possíveis, de forma que conheça os sinais que existe algum problema com o gramado, como por exemplo: crescimento difícil, a grama com manchas, a grama se encontra amarela ou com aparência de queimada.

Situações e Condições que Tornam o Gramado Doente

De uma maneira geral, as doenças e pragas se manifestam e são mais fortes quando o gramado não está sendo bem nutrido, está sofrendo com a umidade excessiva e estarem sendo feitas podas que deixam as gramas muito baixas.

Outra situação que pode levar o gramado a ficar fraco e acabar com as reservas de nutrientes da grama é a realização de podas e cortes com bastante frequência. Por isso os especialistas recomendam que a poda não deve ser realizada quando a grama se encontrar muito alta para que as folhas não sejam machucadas e nem possam ser criados pontos com falhas, pois isso acaba tornando a grama mais vulnerável e suscetível a pragas e doenças.

Outro grande causador de problemas, principalmente doenças para os gramados são os fungos, que geralmente causam a formação de locais marrons ou amarelados na grama e chegam a crescer e evoluir, criando pústulas mais escurecidas. É necessário que a pessoa que cultive a grama intervenha e tome os cuidados necessários, pois a incidência dos fungos pode levar o gramado e sua folhagem à morte total.

Portanto, para que seu gramado se mantenha forte, vigoroso, verde e saudável é importante que sejam tomados todos os cuidados com relação a adubação adequada, a irrigação correta e a poda no momento apropriado. Além disso, é importante que antes de implantar um gramado, o solo seja preparado adequadamente, passando por um processo de descompactação.

É importante também que seja feito o controle das ervas daninhas, mas é necessário muito cuidado na aplicação de herbicidas, pois estes podem causar danos aos gramados.

Por isso, para manter o gramado sempre verde, sem a incidência de pragas e doenças, é importante que seja mantido o equilíbrio das condições ideais do cultivo dos gramados – a adubação, a rega e a poda.

O Que Fazer Quando o Gramado Está Doente?

Apesar da tomada de inúmeros cuidados, os gramados podem ficar doentes e com aquele aspecto de queimado ou amarelado. E para resolver esse problema, é necessária a adoção de ações para corrigir o gramado que se encontra doente e recuperar o vigor, beleza e cor.

Muitas vezes, o uso de fungicidas naturais conseguem trazer bons resultados quando utilizados de forma correta, no entanto, os fungicidas sintéticos ou químicos apresentam um resultado mais rápido no tratamento das pragas e doenças.

Cuidados a Serem Tomados com o Gramado

Para se ter uma grama verde e bonita, sem aspecto de queimado ou manchas amareladas, é necessário realizar a manutenção preventiva: fertilizar, podar, irrigar e controlar o surgimento de pragas e ervas daninhas.

Manter o gramado verde, com textura bonita e uniforme é o que mais deseja as pessoas que cultivam um gramado, por isso são necessários tomar uma série de cuidados para que a grama fique sempre bonita, forte e saudável:

a)    O gramado é uma espécie vegetal que não tolera a passagem de muitas pessoas sobre ele, por isso deve ser evitado o transito constante de pessoas sobre a grama;

b)    Procure manter o solo do gramado sempre no mesmo nível;

c)    Nos locais em que existir fluxo intenso de pessoas, coloque pedras ou pedaços de troncos de arvores, como forma de isolar o gramado e manter a grama bonita e homogênea sem ser pisada pelas pessoas;

d)    Realizar o corte ou a poda de maneira correta e no tempo certo, dessa forma o gramado se torna mais forte e resistente. O tempo para realizar o corte do gramado vai variar de acordo com o tipo do gramado, o período do ano, a temperatura e o clima, o estado nutricional e a utilidade da grama. Quando se demora em demasia para cortar a grama, geralmente ela fica com aspecto de queimado, no entanto tome cuidado com o excesso, pois cortar demais a grama acaba prejudicando o seu vigor;

e)    De uma maneira geral, uma grama terá um crescimento maior com a combinação do tripé: maior fertilização, maior rega e maior temperatura, com isso existirá maior ocorrência de podas;

f)     Quando a poda de um gramado é feita de maneira correta, as raízes da grama penetram com mais força o solo, tornando a grama mais forte e bonita;

g)    Mantenha as ferramentas (aparadores) muito bem afiados, pois os equipamentos “cegos”tendem a facilitar o surgimento de doenças e pragas;

h)    Irrigue a grama diariamente no fim da tarde, quando o sol está mais frio, o que evita da grama ser queimada pela força do sol;

i)      Se na época chuvosa o gramado estiver amarelado ou com aspecto de queimado, isso pode ser sinal da existência de fungos, por isso deve ser identificado para aplicação do fungicida correto;

j)      Anualmente deve se cobrir o gramado com uma pequena e leve camada de terra, para que a grama fique nivelada e conquiste um vigor novo;

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Informações

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Nota-se que a grama esmeralda é muito suscetível de fungos.
    No período do inverno é muito acentuada a cor amarelada.
    Em algumas partes a grama fica como se fosse queimada.
    Qual a solução?

    moaci mendes leite 11 de junho de 2015 18:00 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *