Ipoméia

Vamos conhecer um pouco mais sobre a espécie de planta Ipoméia, também conhecida por Trepadeira Cardeal.

Imagem de Amostra do You Tube

Características Gerais da Trepadeira Cardeal

A Trepadeira Cardeal tem o nome científico de Ipomoea horsfalliae. Esta planta é originalmente da Indonésia, mas devido as suas condições de cultivo, podem ser encontradas em diversas regiões ao redor do mundo. Isso acontece principalmente em regiões que apresentam as características climáticas padrão da espécie que é o clima subtropical, equatorial e tropical.

Por existirem em algumas partes diferentes do nosso planeta, a trepadeira cardeal pode ser encontrada também com outros nomes populares, como é o caso de Glória da manhã e ipoméia rubra. Ela está categorizada como uma trepadeira e faz parte das plantas da família das Convolvulaceae.

Quando essa planta é cultivada corretamente, pode crescer até 9 metros dependendo da sua variedade. Ela possui um ciclo de vida perene, o que significa que ela leva mais tempo para completar o seu ciclo de brotação e com isso, folhas, flores e frutos aparecem o ano inteiro na sua planta. Mais alguns tópicos abaixo, vamos ensinar como você pode proceder para cultivar bem sua trepadeira cardeal.

Folhas e Flores

Esta trepadeira possui uma estrutura semi lenhosa e bem volúvel, o que faz com que seu crescimento seja um pouco moderado. As folhas dessa planta são perenes, como indicamos mais acima e por isso passam o ano todo crescendo pelos galhos. Elas possuem uma estrutura bem palmada, formando-se com uma quantidade que varia de cinco a sete folíolos, todos na cor verde mais escuro e com um brilho bem especial.

Você vai encontrar por toda a sua trepadeira cardeal alguns botões e quando não conhecemos a planta, podemos achar que eles são na verdade pequenos frutinhos que brotam na espécie. As flores são bem grandes e possuem uma forma semelhante a um funil, mas com uma textura bem cerosa. A trepadeira cordeal tradicional apresenta flores na cor vermelho, na tonalidade bem forte, mas você também vai encontrar outras variedade em cores diferentes como a branca, a rosa, a roxa, sendo que estas são mais raras quando se refere à cultivo.

As flores da trepadeira cardeal possui uma forma bem diferenciada e devido a sua estrutura, tornam-se bastante atrativa para borboletas, beija flor e abelha.

Sobre o Cultivo da Trepadeira Cardeal

Saber cultivar uma espécie de planta é muito importante se você deseja ter um exemplar em seu jardim. Muitas pessoas não se preocupam com o fato e plantas não terem apenas a rega como necessidade e acabam não sabendo porque uma tipo ou outro não viveu muito. Cada espécie precisa de uma atenção especial e esta deve acontecer desde a sua plantação, até o último galho da planta morrer.

Esta espécie em particular, pode ser cultivada tanto em vasos como diretamente no solo e esta decisão deve ser tomada sempre com muita atenção, levando em conta que nem todas as terras de um jardim são próprias para o desenvolvimento de uma espécie. Então nesse caso faz-se necessário o cultivo no vaso porque você compra a quantidade e o tipo de terra de jardinagem perfeita.

A trepadeira cardeal já prefere ambientes com mais calor, mas isso não impede que você as mantenha em um ambiente que tenha o clima mais temperado e frio. Se você souber manter bem a sua planta, no período que vai da primavera ao outono, as primeiras flores começam a aparecer.

Preferencialmente, o cultivo da trepadeiras cardeais deve ser feito em ambientes com meia sombra ou sob o sol pleno, o solo deve ser totalmente fértil e possuir uma capacidade de drenagem muito boa. A planta gosta de terra regada, mas não responde muito bem à solos encharcados ou com umidade muito forte e por muito tempo. O solo também deve estar temporariamente enriquecido com matéria orgânica.

A multiplicação da espécie é feita por estaquia, processo de alporquia dos ramos e por sementes.

Poda da Trepadeira Cardeal

Realizar a poda de tempos em tempos nas plantas é algo importante porque faz com que a sua planta cresça corretamente e mais bonita. No caso das trepadeiras as podas jamais devem ser dispensadas porque o tutoramento dessa planta é o que faz ela não se tornar invasiva ou crescer errado.

Para podar corretamente a sua trepadeira cardeal, basta prender todas as pontas da planta de forma que ela fique com a aparência mais cheia e também  mais curta, pois isso vai fazer com que ela cresça em menor velocidade. Após esse procedimento você vai retirando as flores à medida que elas vão murchando para estimular o crescimento de flores novas. Já as folhas, você vai arrancar aquelas sem cor ou que estejam estragadas e mortas.

Essência de Flores

Encontramos essências de flores para os mais variados tipos de uso. No mercado popular vamos ter perfumes, desinfetantes, cheirinhos para armários e tudo o que você puder imaginar que precise dar um toque mais delicado e cheiroso a um ambiente. Apesar de não ser uma flor que naturalmente tem seu aroma muito conhecido, a flor da trepadeira cardeal é muito utilizada na produção de essências florais.

O seu uso mais comum é da flor roxa, que quando extraída a sua essência, é utilizada no sistema floram de Minas, sendo comercializada pelo nome de Ipomea, em referência ao seu nome científico. Já no sistema floral do nordeste, ela é produzida pelo nome de Água Azul que é uma mesclagem do aroma da flor rosa e azul da trepadeira cardeal. O sistema floral da califórnia também usa essa planta para produzir essência e ela é conhecida pelo nome de Morning Glory, que tem como tradução algo do tipo “Glória do amanhecer”.

Pragas e Doenças

Nenhuma planta está livre de ser infectada com alguma praga ou doença, principalmente quando não tem os cuidados que precisa. A atenção que você dispensa na hora de podar, regar e fertilizar a sua trepadeira cardeal é exatamente o que vai deixá-la mais resistente à esse tipo de mal.

Caso perceba que ela está perdendo as flores com muita frequência ou que estas apresentam algum tipo de mancha, busque um pesticida natural em qualquer loja de jardinagem para combater o problema o mais rápido possível.

A Ipoméia é também chamada de jitirana, corriola, corda-da-viola e são plantas originárias do Brasil. Essas plantas são bastante rústicas e crescem facilmente, até mesmo em terrenos baldios, sem muitos cuidados.

São trepadeiras que exibem flores com coloração principalmente roxa, podendo apresentar outras cores também. Devem ser cultivadas em pleno sol, mas podem suportar o frio também.

Um comentário

  1. Existe algum fertilizante ou produto indicado para aplicar nestas plantas para ajudar a mantelas saudáveis ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>