Como Cultivar Frutas Vermelhas em Vasos

Se você ama frutas vermelhas, adoraria comê-las bem fresquinhas, apenas colhidas do pé, vai adorar saber que não precisa ter um grande quintal para cultivá-las. Isso mesmo, elas podem ser cultivadas em vasos e todo o “processo” é bem simples.

Vamos ver como plantar morangos, amoras-pretas e deliciosas framboesa em vasos!

Como Cultivar Amoras-Pretas e Framboesas em Vasos

A técnica de plantio em vaso é a mesma tanto para framboesas quanto para amoras-pretas. As duas frutas vão crescendo em talos espinhosos, que na verdade são hastes alongadas, semi-ocas e florais. A altura dessas hastes costuma ficar entre 1,5 m e 1,8 m, nem mais e nem menos.

Conforme vão crescendo, framboesas e amoras-pretas vão se alastrando como fazem as ervas rasteiras e por isso, diz-se que o tipo de crescimento delas é “agressivo”. Para “detê-las”, somente buscando ajuda de técnicas e planejando esse “corte” no crescimento. Caso o contrário, elas crescerão sem nenhuma “ordem”.

Mas, como essas frutas são deliciosas, vale a pena aprender e cultivá-las em vasos para depois se deliciar retirando-as do pé. A época para colheita é bem no verão e uma primeira dica é se o vaso estiver em local aberto, proteja as suas plantas cobrindo-as com tela dos pássaros, que também amam a frutinha.

Quando você for plantar seja framboesas ou amoras-pretas, pergunte ao produtor quais são os tipos dessas frutas que tem mais de uma produção por ano. Algumas tipologias só dão frutos uma única vez, durante o verão.

No caso das amoras-pretas é possível encontrar as mudas daquelas manipuladas pelos produtores, que fazem com que os frutos sejam grandes e ainda mais deliciosos. Elas se auto polinizam com muita facilidade e são bem fáceis de plantar, porém, o solo deve ser bem drenado para acelerar o crescimento saudável.

Aprenda a Cultivar Frutas Vermelhas: Amoras-Pretas e Framboesas

1- Para plantar as amoras-pretas e framboesas pela primeira vez é necessário cortar os talos. São aquelas hastes floridas e alongadas. Nele deixe que permaneçam somente alguns brotos que ficam na base. É uma técnica para evitar que fique qualquer doença do talo e acabe indo estragar o seu jardim. Além disso, cortando dessa forma, evita que a floração aconteça na primavera e isso serve para ganhar tempo para que ela se fortaleça e esteja preparado para dar os frutos.

2- A cada ano será necessário diminuir um terço dos talos tanto das framboesas quanto das amoras-pretas e é graças a isso que ela se manterá produtiva, caso o contrário, perderá essa força. Além disso, quando o s talos não são diminuídos, eles vão formando uma espécie de nó espinhoso, o que resulta em um grande problema.

Quando elas começam a crescer aglomeradas, os talos passam a fazer uma grande competição pela luz do sol, do ar fresco e dos nutrientes. Essa disputa acaba gerando mais doenças para as plantas e frutos que ficam ainda menores.

3- Depois da produção de frutos pelos talos é hora de cortá-los na base, assim, os demais ganharão mais espaço. Lembre-se que é importante retirar os talos finos, fracos e doentes. Por último, fazendo uma seleção vá retirando os talos que estão se juntando, se aglomerando, para que eles não comecem a se espalhar pelo chão e invadir outras partes do jardim.

4- Use luvas grossas para fazer a poda, por causa dos espinhos dos talos e também as que possuem cabo longo.

Cultivando Morangos em Vasos

Os morangos, pode acreditar, são excelentes para se cultivar em vasos, mas lembre-se que eles precisam ficar do lado de fora pegando sol no jardim ou quintal.

O grande problema com os morangos é preservá-los dos invasores, como os pássaros, por exemplo. É bom pensar no cultivo e na forma de proteger os frutos.

Logo depois de plantar os morangos, dê as mudas o que elas mais gostam, sol pleno, a sombra até pode ser, desde que tenha iluminação indireta, mas não é o ideal. Os morangos também gostam muito de solo rico e umidade e para que o cultivo dê certo, busque sempre aquelas mudas que são locais e estão acostumadas com o clima.

Dicas para o cultivo:

1- Para que a fruta fique limpa, use palha para forrar os morangos. Dessa forma, esporos de doenças e o solo não chegarão até os frutos. Caso contrário, a fruta pode acabar apodrecendo ou ficar cheia de fungos.

2- A palha também serve para deixar o solo úmido como gostam os morangos e isso é bom para manter longe as ervas daninhas.

3- Entre as várias espécies de morango, aquele que dá para colher a fruta durante todo o verão é a chamada “day neutral”. Porém, o “june-bearing” dá uma boa quantidade de frutas, mas no início da estação mais quente. Enquanto a variedade “ever-bearing” só dá frutos em dois meses: junho e outono.

4- A variedade “day neutral” que dá frutos o ano todo deve ser plantada logo no início da primavera e poda de galhos deve acontecer exatos 6 meses depois do cultivo. É um modo de garantir um crescimento mais eficaz para as mudas, para que elas tenham força e logo deem frutos. Quando as flores chegarem é hora de fertilizá-las e a seguir, o processo deverá ser repetido a cada mês, para mantê-las bonitas e produtivas.

5- Não se assuste caso o seu vaso com morangos depois de ter produzido tanto, diminua um pouco. É um processo normal, que os frutos comecem a diminuir com o passar do tempo e um sinal de que é hora de replantá-la.

6- Lembrando que os morangos plantados no vaso não superam 60 centímetros de altura e possuem as aberturas laterais. Quando for comprar a muda, não esqueça de dizer que é para o plantio em vaso e pegar as dicas com o vendedor. Quando começarem a crescer vão se debruçar sobre as laterais do vaso e nas caneletas elas irão brotar. Além de saborear os morangos, você ainda poderá desfrutar da beleza dessas plantas.

Além das dicas é necessário seguir regras básicas de jardinagem, como a preocupação com a rega e também com a necessidade das plantas de receberem sol.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *