Mudas de Pé de Cravo – Flor

Muitas pessoas hão de concordar comigo que, ter o meio ambiente sempre próximo de nós é uma coisa muito importante. Isso porque, antes de tudo, somos humanos e, antes de vivermos organizados dessa maneira, tínhamos um contato ainda maior com a natureza.  Atualmente, esse contato fica bem prejudicado, muito por conta dos problemas envolvendo a urbanização excessiva, que priva a natureza de poder aparecer em vários locais, por conta cimentação do solo, bem como, também, da poluição do solo e dos rios, que inviabilizam que a vida possa florescer em alguns locais.

Algumas pessoas sempre buscam estar perto da natureza, recorrendo a diversos métodos para poder ter algum tipo de vida ao seu redor. Como a nossa vida está bastante atribulada e tendemos a estar em espaços cada vez mais quadrados e, também, longe de outros tipos de coisas,  é comum que essas  pessoas recorram a plantas e pequenos animais de estimação. É quase um consenso que, em locais que tenham a presença de um tipo de planta ou animal, a probabilidade de este local ser mais receptivo e alegre é bem grande. Afinal, que não gosta de chegar em casa e ser recebido com miados, latidos ou lambidas, não é mesmo?

Porém, existem pessoas que preferem seres vivos inanimados, mas que possam expressar toda sua beleza. É o caso das plantas, sendo as de menor porte as que sempre são escolhidas para poder ornamentar a casa das pessoas, por serem mais fácil de serem cuidadas. Nesse caso, não podemos nos esquecer das flores, que são, em sua maioria das vezes, as mais escolhidas pelas pessoas, que gostam muito quando uma planta tem muita florescência, pois, além de enfeitar o ambiente, dependendo da espécie, ela pode muito bem deixar o lugar perfumado, fazendo com que muita gente passe a ter uma maior vontade de contar com uma planta florífera perto de si.

Flor de Cravo Cor Branca

Flor de Cravo Cor Branca

O nosso artigo de hoje irá tratar sobre uma planta que costuma ser bastante requisitada para poder fazer parte da ornamentação das residências: o cravo. Além de falarmos um pouco mais sobre essa espécie floral, ainda iremos dar dicas de como fazer a plantação dela de modo que possa ser bem proveitoso para você e, assim, poder ter um exemplar para poder cultivar em casa.

O Cravo

O cravo nada mais é do que uma flor que é oriunda do craveiro, fazendo parte das plantas herbáceas.  O craveiro, que é a base do cravo, pode chegar a ter mais de um metro de altura, sendo que, no planeta, existem hoje mais de trezentas espécies de cravos. A sua composição se dá em uma flor que possuí diversas pétalas, nas quais suas bordas aparecem sempre recortadas, no qual a sua cor original é a púrpura com um tom mais rosado. No caso do cravo, existem ainda outras cores, que passam do branco  para o vermelho, rosa, além de outras misturas que fazem com que a tonalidade do cravo fique ainda mais estonteante para os olhos. O caule do craveiro é reto, nos quais várias ramificações aparecem ao longo do caule.

Como já dito, um dos maiores chamarizes do cravo é, realmente, o seu cheiro. Algumas espécies de cravo exalam um odor bastante delicado, o que faz com que a flor seja bastante utilizada pela indústria de perfumes. Além de servir como ornamentação para a nossa vista e para o nosso olfato, o cravo ainda pode ser um repelente natural, já que as tradicionais formigas caseiras – essa que sempre nos atazana nos nosso alimentos – tem uma grande repulsa pela planta. Ou seja, quando essa flor está por perto, as formigas e alguns outros insetos mantém uma certa distância.

A reprodução dos cravos se dá, basicamente, por meio de sementes, exigindo apenas um solo não seco e com minerais, para que ela possa se desenvolver mais satisfatoriamente.

Flor de Cravo Cor Vermelha

Flor de Cravo Cor Vermelha

Como Plantar Um Cravo?

Para poder plantar um cravo, não é necessária muita coisa.  O importante é que o local onde ela vá ser plantada deve ter um tamanho razoável, bem como, também, a terra deve estar vitaminada e com a adição de água.

Logicamente que o cravo é uma planta que necessita de um contato mais íntimo com o sol. Nessas circunstâncias, é bem necessário que o local onde ela for colocada tenha uma grande aderência da luz solar.

Se você optar por plantar o cravo em um vaso, escolha, primeiramente, um vaso pequeno, para que a semente possa brotar e se desenvolver, até chegar a ser uma muda. Com isso, a muda deve estar bem forte sadia para que você possa transferir para um vaso maior, onde será possível que suas raízes se fortaleçam e possa chegar a ser uma planta forte no futuro.

No Canteiro

Mas, se você optar por plantar o seu craveiro em um canteiro, os cuidados devem ser um pouco maiores: primeiro, você deve se certificar que o seu canteiro tenha, no mínimo, quarenta centímetros de profundidade. Depois disso, é hora de preparar a terra, colocando diversos tipos de fertilizantes e adubo para que a terra possa estar pronta para receber a muda ( é necessário que, antes de ser plantada no canteiro, o cravo seja colocado em um vaso pequeno, ganhando consistência até que possa ser transferido para o canteiro a seguir.

Cravos Rosas Plantados no Canteiro

Cravos Rosas Plantados no Canteiro

Nesse sentido, depois do desenvolvimento da muda, é hora de colocar o cravo no canteiro. Faça um buraco onde possa confortar a porção de terra que envolve a raiz, de uma forma delicada com o propósito de não acabar machucando essas raízes. Depois disso, é hora de regar a terra e  a planta, a fim de que a umidade esteja sempre presente.

Cuidados

É válido destacar que se deve tomar alguns cuidados com o canteiro, como a remoção de pestes, como a erva daninha, bem como, também, pequenos animais que podem aparecer, tais como aranhas de jardim, insetos, entre outros. Em resumo, o canteiro é um pouco mais independente do que um vaso de flor, logicamente, mas, mesmo assim, é necessário uma atenção dada pelo responsável ao jardim, para que ele seja sempre saudável.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *