Tipos de Bromélias de Sombra

É inegável o fato de que as plantas contribuem e muito para deixar o ambiente mais leve e mais colorido. No entanto, deve-se saber que, mesmo com essa qualidade e as outras, que são de manter o meio ambiente em equilíbrio, muito se tem comentado sobre a fatal atividade humana no meio ambiente, que está acabando com diversas espécies da nossa fauna e flora. A Amazônia, por exemplo, pode ser caracterizada como a maior floresta do planeta, e, por conta das sucessivas denúncias de desmatamento desenfreado, a comunidade internacional está monitorando, junto às autoridades brasileiras, com o intuito de desmontar os locais de foco de desmatamento na floresta.

O Brasil é uma prova viva de como o desmatamento transformou os locais onde antes eram grandes matas. A Mata Atlântica, por exemplo ,que ocupava 45% do território brasileiro, hoje está reduzida míseros 7% da formação original, sendo grande parte dela preservada em parques estaduais e federais. Vários países, no entanto, incluindo o Brasil, estão investindo em mudanças que  podem priorizar a recuperação dessas áreas, bem como, também, investir em proteção contínua ao que ainda resta.

Deixando um pouco essa discussão de lado, muita gente gosta do astral que o meio ambiente proporciona. No entanto, esse contato é mais dificultado nas cidades, onde a maioria da população mora. Com isso, uma das opções que essas pessoas têm é, justamente, fazer pequenos jardins em sua casa, com o intuito de ter um pouco mais da natureza dentro de sua casa.

Bromélias que Gostam de Sombra

Bromélias que Gostam de Sombra

Mas, como bem sabemos, ter um pequeno jardim é uma tarefa meio complicada, pois, para que ele dê certo, é necessário um planejamento e ter sempre cuidado, pois pode ser que o jardim comprometa muito do seu tempo, acabando por não ser cuidado e, assim, trazer diversos prejuízos pra você.

Em se tratando de jardins, muitos tem preferências por plantas que possuem folhas grandes e bonitas, bem como, também, existem pessoas que gostam de flores.  As bromélias são um exemplo de plantas que está bastante presente nas casas brasileiras, bem como, também, é um símbolo de decoração. Nesse artigo, você vai conferir um pouco mais sobre  as bromélias, bem como, também, conhecer as bromélias que são adaptadas para ambientes com sombra. Confira:

As Bromélias

As bromélias nada mais são do que plantas herbáceas, pertencentes à família das Bromeliaceae, cuja origem está perto de nós: a espécie é endêmica em todo a América, isso é, presente de norte a sul. No entanto, há uma espécie de bromélia que é originária da região da África do Sul. Ela é bastante peculiar, podendo apresentar as suas folhas em formatos lanceoladas, estreitas ou largas. Geralmente, não é caudalosa, podendo ter as suas bordas lisas ou espinhentas, dependendo da espécie.

As cores de suas folhas variam entre o vermelho e o verde, com ocorrência de espécimes que podem ter a folha com uma cor mais arroxeada. Quando atingem o estado adulto, podem florescer no máximo, três vezes, antes de morrer. Existem alguns casos de bromélias que sobreviveram muito mais do que isso, mas a ciência já pesquisa esse incrível fenômeno.

Vale lembrar que algumas bromélias florescem bem rapidamente, levando até três anos para poderem florescer pela primeira vez. No entanto, algumas podem levar mais de 20 anos para poderem passar por esse processo. Portanto, pode-se notar que uma bromélia pode viver muito tempo. Elas se caracterizam, também, por apresentar flores com três pétalas, e um ovário que possuí três lóbulos. As flores, diferentemente de outras espécies, duram mais de seis meses. É por conta desse espetáculo que as pessoas optam por colocar bromélias em seus jardins e em vasos dentro de casa. Muitas vezes, podemos ver que há bromélias nas mesas de jantar e, também, de canto, de tais casas. As flores, podendo tender para cor rosa mais arroxeada, deixam o ambiente bastante colorido e, dependendo da espécie, também perfumado, já que algumas espécies de bromélia possuem flores que emitem um aroma bastante agradável e adocicado, que pode ser sentido a quilômetros de distância, sendo ai, mais um motivo para poder adotar a espécie para o seu jardim ou vaso.

A sua ocorrência se dá tanto em florestas úmidas, quanto em desertos áridos, podendo incluir aí as praias e o ambiente parecido com a Cordilheira dos Andes.

Como Cuidar das Bromélias?

Muita gente se assusta quando a bromélia, logo após florescer pela primeira vez, começar a apresentar uma aparência frágil, como se estivesse para morrer. No entanto, isso é um processo natural para as bromélias, que, quando passam pelo processo de florescência, precisam renovar as suas partes, por isso a impressão que ela está morrendo devido a aparência de suas flores. É um aviso pois muitas pessoas acabam jogando a planta fora acreditando que, realmente, ela tenha morrido.

Apesar de ela poder estar presente nos jardins, a cultura de uma bromélia também pode ser feita em vasos. Só que, há uma dica que é primordial nesses casos: prefira os vasos que sejam de barro ou cerâmica, ou, qualquer um que seja mais pesado que a própria planta. Isso porque a bromélia não apresenta uma formação equilibrada, podendo fazer com que vasos leves, como os de plástico, possam vir a cair ou tombar, trazendo problemas para você.

As bromélias que vivem em sombra são, praticamente, todas as que conhecemos e que possamos encontrar a venda em floriculturas. Isso porque, algumas dessas bromélias se adaptam muito bem a área interna de sua casa, não precisando muito de iluminação solar para poder sobreviver. No entanto, se você encontrar alguma espécie que, realmente goste de luz solar, você pode fazer com que ela receba, em algum momento do dia, uma carga de sol para poder fazer com que a sua fotossíntese aconteça, tais como colocar o vaso com ela em algum local que receba sol, por um determinado período, antes de retorná-la novamente para a sua posição inicial. Com essas medidas, você poderá ter bromélias bonitas e fortes, deixando o seu ambiente muito mais confortável para receber as suas visitas, bem como, também, tirando o ar monótono.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *